Xeque-Mate

Xeque-Mate. Fabby, não tenho como objetar seus argumentos. Pagar uma renda básica usando os juros do sistema financeiro através de fundos/poupança é a como sustento a renda básica em Quatinga Velho através do Basic Income Startup, e a razão social do Fundo que desenvolvemos como em parceira com a Edding-Griffo e Mattos Filho que nunca conseguimos capitalizar nem registrar na CVM. Não tenho dúvidas que esse é o caminho, desde que seja feito rápido porque essas portas ou brechas no sistema, são rapidamente fechadas. A velocidade entre os planos estratégico e a tomada ação é fundamental para ganhar a posição ou perder a posição. Palavra de quem já passou pelas duas situações.

E lá vou eu implicar de novo, advogando para o diabo, saber onde chegar e como chegar só metade da solução, a outra é chegar antes do inimigo pilhar e bloquear tudo. Falo isso, não com amargura mas com esperança, não gostaria de ver acontecer a essa nova onda de práticas e realizações, o que houve com a primeira Você tem razão Quatinga Velho é real, mas isso não consola, porque não é a regra é a exceção. É a única experiência que decidiu por razão social não ser efêmera, mas ficar e persistir quando as experiências deveriam se replicar e multiplicar e não meramente ter lutar para existir e resistir.

Em comparação com as que foram programadas para deixar de existir, ou simplesmente cairam, Quatinga é um exemplo de sucesso, mas do ponto de vista da ampliação e replicação, não, pelo menos não até o presente momento. De modo que um elemento importante a se considerar nesses modelos é como a população irá se apropriar daquilo que garante a sua renda, o capital. E não só como valor econômico dentro do sistema, mas como o próprio conhecimento e controle da nova tecnologia que constitui esse sistema monetário-financeiro. Nesse sentido achei a arquitetura EOS bastante promissora.

Valeu pelas notícias. Saber que estamos mais marcando passo, mas indo na direção correta para poder se preocupar com a velocidade da marcha, não é um avanço pequeno, é gigante. Vou trabalhar com esse cenário mais otimista, com mais atenção. E tomara que aconteça rápido. Pois embora não guarde ilusões de que ele vai abranger diretamente as periferias subdesenvolvidas do mundo, creio que o case de sucesso deles pode ajudar um pouco a conseguimos vencer as resistências e obstruções internas e externas para fazer como essa nova realidade e avanços também cheguem por aqui e outros lugares e pessoas a margem e alienadas disso tudo. A nossa luta, eu digo nossa porque sei que você também compartilha dos meus sentimentos por todas as pessoas é dupla, é lá nos centros do mundo deles mas também aqui, no nosso que embora não seja virtual continua propositalmente invisível por trás dos muros e identidades cercadas e embandeiradas.

Abraços

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store