Tragédia anunciada: A Venezuela é aqui…

Será que eles não perceberam que não tempos mais um Presidente mas um sequestrador e sua gangue com um bomba-relógio pronta para explodir a Nação?

É fora todos. Cadeia para esses terroristas de Estado, tanto os que não querem sair do Palácio quanto os que estão loucos para voltar. E Diretas Já.

Não era preciso ser gênio para saber o que ia acontecer:

Que eles continuem “rechaçando a hipótese de apoiar a decretação de Estado de Defesa [e guerra] nos dias tensos” e violações constitucionais independente do credo de quem é o comandante-em-chefe especialmente quando ele não é ou não o for, nem mais por direito nem legitimidade. Que os esses militares ao contrário da Venezuela saibam ficar ao lado da Nação e não do Estado quando a tensão social desses contratos fictícios definitivamente arrebentar pelo peso insustentável dos custos, privilégios criminosos do topo dessa pirâmide sobre as bases, pilares e fundações. — Trump provando que não é preciso ter bola de cristal para prever Trump

Não é preciso ser gênio para saber o que vai acontecer:

De mais tempo a governistas e oposição denunciados e eles não vão fazer a única coisa que sabem fazer: usar tempo perdido e o poder em seu proveito o que neste caso implica em um outra coisa: explodir de vez o Brasil ou ditadura. Para eles tanto faz desde que consigam escapar impunes de novo.

Assim como não é preciso se gênio para saber é a solução:

É fora todos. Cadeia para esses terroristas de Estado, tanto os que não querem sair do Palácio quanto os que estão loucos para voltar. E Diretas Já.

99% por cento da população sabe disso, os outros 1% também mas tão enrolados. 1% por cento que pode parecer insignificante, mas não é. É uma massa gigante de manobra comanda ou funcionário de gente com foro privilégiado a quem interessa que o crime se perpetue dentro e fora do poder com ou sem caos.

Se a Justiça não se mexer e rápido o Brasil ou a democracia vai explodir de vez, e uma possibilidade não exclui necessariamente a outra pelo contrário a tendencia é que elas se complemente.

Esquece o Congresso. A minoria de pessoas que não está comprometida é tão pequena e insignificante que não é exceção é desvio padrão. Se derrubarem o decreto militar de Temer ou fizerem qualquer coisa que o valha o farão por medo e para ganhar tempo para na hora que se sentirem de novo impunes avançarem de novo.

Fora que se eles já não tinham nenhuma legitimidade para moralizar nada, agora já não tem nem mais moral para manter o estado de paz que dirá promover a pacificação de uma revolta que se fez e perpetua como crise provoca por eles enquanto sindicato de ladrões.

Nosso destino infelizmente está nas mãos das altas côrtes da Justiça.

E digo infelizmente não só porque pairam seríssimas dúvidas sobre de que lado estão seus membros. Mas porque uma coisa temos certeza que eles precisam mudar como são e do dia para noite: a velocidade que fazem justiça.

A justiça que tarda não só falha, ,mas tarda justamente para falhar. Se isso se repetir nesse caso… Já era nova república. Não essa, porque essa já morreu, mas a outra que estão tentando improvisar nas coxas e alcovas da capital do pais, hoje já sob lei marcial.

Encerro com texto antigo,mas infelizmente ainda atual. Foi escrito a época do governo Dilma mas vale ipsis litteris no de Temer, porque as caras dos governantes mudam mas seu caráter (ou a falta de) não:

Por favor, soldados não façam uma intervenção militar

Falar sobre isso agora pode parecer muito absurdo[2015], mas a história mostra que quanto mais as crises aumentam a noção da realidade de quem está no poder diminui, e o que tende a prevalecer são os piores abusos contra a população. Por isso como não é possível mais saber o que nenhum dos atores políticos que ficam ou querem a todo custo são capazes de fazer, tudo o que resta é pedir para quem estiver na ponta de lança, que se a economia estourar, os governantes surtarem de vez e a população forem pras ruas não vão obedecer nenhum comando de repressão contra greves e protestos mesmo que os golpistas as decretem, digam que o povo é massa de manobra de fascistas, golpistas ou que os manifestantes já não seja mais gente tão “branca e educada”.

Sigam sua consciência, não queiram e não façam. Na revolução as pessoas se arriscam e lutam voluntariamente nas suas próprias causa por sua vida propriedade e liberdade, nos golpes manda gente, soldado para fazer o que não tem coragem por conta própria, e eles não têm coragem de lutar nem por conta própria. Não falo, portanto dos tolos que pedem, mas os idiotas que tem poder para mandar e mandam. De qualquer forma a burguesia pequena ou alta de esquerda ou direita não trai suas origens, nem deixa de lembrar a origem do próprio Estado. Tentam ainda imitar a nobreza, na hora H chamam o soldado e o assalariado para se atracarem uns aos outros. É manifestação popular? Chama os soldados da polícia. É guerra? é revolução? Manda os soldados do exército. Tome por exemplo a guerra com o Paraguai. Quem foi para luta pelos interesses dos outros. Os escravos. Porém vale lembrar que são deste tipo de torpeza uma que surgem as transformações sociais, delas vieram a abolição e a república, tortas e ainda esperando para serem completadas e refeitas, mas surgiram.

Isto não é a historia do Brasil isto é o Mundo. Você acha que se guerra e revolução fossem feita por quem as inventa, provoca ou declara, você acha que quem lutasse fossem os filhos deles e não vocês? Você acha que os dois lados da ponta de qualquer cano de arma não tivessem a mesma origem tinha tanto governo tão prepotente, um contra o outro, ou com o seu próprio povo? Você acha que se as pessoas tivesse como viver ia ter tanta gente se pondo para morrer e matar gente que não fez nada contra elas, gente que nunca viu na vida e por trocados? Você acha que se rico tivesse o poder politico e econômico tivesse que lutar suas guerras por poder, morreria tanta gente inocente?

Tudo o que peço para os militares não é que façam alguma coisa, é que não façam nada contra gente inocente para salvar bandido. Por favor, não interfiram quando receberem ordens para reprimir quem protesta por justiça, não impeçam o avanço pacífico das manifestações pacíficas de gente honesta e trabalhadora mesmo quando a revolta não for mais de gente tão branca e rica.

Há horas que a maior coragem de um homem não é a luta, mas a paz. E isso não é covardia nem traição, é o oposto é enfrentar covarde e traidores porque quando os governantes de um país se vendem, e seus comandantes junto com eles são todos subordinados não só pode desobedecer os traidor e criminosos, ele tem o dever de destituí-lo do comando e prendê-lo em flagrante quando sua ordem for para ir contra a população.

Não deem ouvidos a malucos, não precisa derrubar governo nenhum enquanto ele não se levanta contra a população. Se tiver que ficar os políticos, seja do executivo seja do legislativo que fiquem, se tiverem que cair que caiam, mas sem violência sobretudo contra gente de paz que tem o direito de pedir sua queda. São os governos que tem obrigação de não se fazerem de surdos ou loucos a demandas populares e não a população que deve se calar ou se conformar com crimes, com medo do que pode vir de pior. As máscaras dos falsos salvadores da pátria caíram. Por isso quando o perfil das manifestações mudarem, quando vier gente pobre e desesperada, sem apoio da TV sair para ruas, e pior for acusada pelo seu governo popular vendido de ser massa de manobra de fascistas, não acreditem.(…)-Por favor, soldados não façam uma intervenção militar

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store