Todos os golpistas da presidenta

A verdadeira revolução libertário-democrática versus todos os golpistas reacionários

Nos últimos dias fui literalmente obrigado a lidar não só com o ruido da desinformação da idiotia inútil, mas com os ataques da velha e nova guarda da mesma policia ideológica. É um momento de apelação dos mais desesperados e com escrúpulos extremamente precários. Interessante para saber quem é quem e compreender a psique das massas movidas a facebosta e globo, e só.

Mas agora quero voltar a lidar com o jogo de informação e contra-informação que alimenta essa luta e tem despertado os instintos mais violentos e primitivos de idolatria na tentativa de adiar a verdadeira revolução de paradigma para preservar seu status quo podre.

A verdadeira Revolução dos Povos

Não podemos decair neste momento em ideologias. Existe uma revolução em andamento no Brasil que já acontecia antes de ir para as ruas em 2013, continuou, aconteceu e sendo trabalhada e vai continuar depois independente do que acontecer em 2016 de uma forma ou outra, a da ampliação das liberdades, cidadania e direitos políticos e econômicos. Não adianta mais vender essa teoria como teoria conspiratória, porque trabalho por essa revolução faz tempo e não não vendi nem meu ócio não negócio para ninguém.

É obvio que os governos e seus complexos militares, industriais e midiáticos tentaram e continuaram tentando (e conseguindo na maioria das vezes) não só influenciar, mas se apropriar ou destruir cada primavera dos povos, mas isso não mata o espírito da liberdade, porque a liberdade não é só um fenômeno material, mas transcendente; não está presa no jogo linear de causas e consequências hierarquizadas do tempo-espaço predeterminismo autoritário.

A liberdade não é só “maior” que o poder, é a Liber de todo principio da incerteza; a materialização das forças como formas sensíveis. É a ordem não só capaz de gerar seu contraditório, mas de compreendê-lo coexistencialmente como diversidade. A liberdade é a própria materialização da vida, e a vida a materialização do espirito libertário. Destruí-la é destruir não apenas a paz e a ordem natural, é destruir o mundo, nosso mundo; porque do nada, do intangível emergirá de novo, o Novo como ente e fenômeno e a isso se chamará mais uma de rede da vida.

A crise é sistêmica, e é dada pela evolução imparável da tecnologia da informação e transação inclusive financeiras. Porém a revolução é ecológica e se materializa como estados de direito libertário; repúblicas ecolibertárias regidas por democracia direta digital em economias de garantia de liberdades fundamentais de fato; liberdades não como ficção mas como realidade, propriedades e renda particulares e comuns inalienáveis num sistema socieconômico de bem comum e renda básica incondicional.

O Brasil

E o Brasil está no olho deste furação não por acaso. Não é apenas porque tem gangsters no poder há mais tempo do que deveria, e não estou falando só do PT, mas porque nunca acertou suas contas históricas com a escravidão, reforma agrária, justiça social, nem sequer efetivou sua independência politica-econômica de fato ou chegou a constituir uma verdadeira democracia ou república, ou sequer uma constituinte meramente referendada pela população.

Isto não é 1992. Não estamos numa situação historia similar ao impeachment do Collor, porque isto não é a queda de um governo. É mais.

Isto não é 1988. Não estamos numa transição de regime conchavada com ditadores para formar um novo sistema de governo representativo. É mais.

Isto não é 1964. Isto não é um golpe militar, este não governo não é de esquerda. E os EUA estão em Cuba. É mais.

Isto não é 1932. Essa não é um auto-golpe a lá Getúlio. Até porque nem querendo eles conseguem ser fascistas e populistas igual a esses ditadores dos anos 30 e 40. Até ele sabia disso, e já nos anos 50.

Não é nada disso. E não vou continuar voltando no tempo, porque a singularidade deste momento histórico não pode ser reduzida velha lógica e ideologias partidárias:

NÃO TEMOS UM GOLPE EM CURSO NO BRASIL MAS VÁRIOS NÃO SÓ DISPUTANDO A HEGEMONIA PELO PODER MAS TENTANDO EVITAR QUALQUER VERDADEIRA REVOLUÇÃO OU INDEPENDÊNCIA DO BRASIL

Todos esses golpes estão baseados numa mesma lógica: a salvação das corporações privadas e cargos e mandatos públicos, valendo-se todos os métodos ilegais, ilegítimos e criminosos não apenas no sentido ordinário da palavras mas no sentido universal. Todos os protagonistas políticos deste golpe estão IGUALMENTE dispostos para se manter ou ampliar seu status quo:

  1. conchavar independente do grau de confrontamento aparente ou anterior para salvar a classe politica como um todo.
  2. a entregar o bem publico para os interesses econômicos que servem para salvar seus cargos ou obter apoio político.
  3. e usar de toda força e violência, divisão e conflito social legal ou ilegal para manter a sociedade (sobretudo a plebe) longe do poder politico e econômico.

Todos eles usam da mesma estratégia que o PT usou e abusou para se reeleger e que o derreteu: acusam o adversário do que pretendem fazer.

Todos esses golpistas que estão no palácio e que querem entrar nele pretendem :

1. pretendem parar as investigações;

2.livrar empresas fraudulentas;

3. precarizar direitos;

4. e entregar a riqueza da nação a corporações;

Não há nenhuma teoria conspiracionista internacional como prega o governo, há apenas a associação corrupta e criminosa entre empresas oportunistas e predadoras de lucro sem nenhum compromisso com os povos ou natureza e e políticos traficantes de seus povos e recursos naturais pré-pagos.

Em suma, TODOS ELES estão dispostos:

1. a colocar a vida das pessoas em risco com mais irresponsabilidade e omissão mas ameaça de uso da força de fato de forma cada vez menos velada.

2. a rifar o bem comuns e fundos públicos para oligarquias nacionais e transnacionais, para qualquer capital estatal privado ou governamental oportunistas que queira bancar seus projetos de poder.

Não são portanto só projetos golpistas de poder, são projetos criminoso sobretudo no sentido humanista e universal da palavra.

Todos os Golpistas

Vamos agora a cada um destes golpes em cursos:

O GOVERNISTA-PETISTA,

O FISIOLOGISTA-PEEMEDEBISTA,

O OPOSICIONISTA-OLIGÁRQUICO,

E O FASCISTA-FUNDAMENTALISTA.

O PT

O do PT é o golpe mais evidente. Depois do vale-tudo, agaro foi para o tudo ou nada. Depois de entrar em guerra de abandonar suas bases e entrar em guerra com parcela da população, oposição, midia e os outros poderes institucionais, e a sociedade civil não cooptada, agora já precisa desqualificar as provas, queimar arquivos e chamar os fanáticos e pelegos para a guerra civil. Só se salva (por quanto tempo não se sabe) se venezualizar de vez o Brasil.

Para tanto precisa da conivência do STF para empastelar a próprias “instâncias menores” da justiça e blindar os governistas escondidos no palácio. Seria o suicídio institucional do último dos 3 poderes encastelados na cidade-estado Brasília. Aí não duvide a quem os militares servirão para as “maiorias absolutas” revoltadas que só valem em época de eleição. Pois é, quem disse que o governo não distribui igualmente para todo mundo? Aperta que a santíssima trindade do Pai-Pátria-Patrão sempre dá… pedra para todos no lugar de pão

O PMDB

O PMDB o eterno golpista dentro do golpe mor. Vai tomar o governo sem nunca sequer ter saído dele, crucificar os petistas fingindo que na arte deles são professores e vão empastelar a justiça salvando oposicionistas, Globo e empreiteiras exatamente como o PT gostaria de fazer se tivesse entrado numa espiral tão autodestrutiva que antes de acabar com o pais já tinha acabado com seus quadros.

Só tem um problema com a estrategia golpista do PMDB, como a do PT ela está desconectada do povo e não vai funcionar com ou sem blindagem da mídia. Não só porque eles não tem credibilidade- sejam denunciados ou não- mas porque o problema não é só ideológico-econômico ou político-institucional é sistêmico de legitimidade representativa. E é publico e notório que o PMDB é a parte mais fisiológica deste sistema-problema.

PSDB e aliados

O PSDB é só a outra face da mesma moeda do PT. E ainda por cima rachado com vários nomes buscando a hegemonia.

Aécio: denunciado nos mesmo escândalos que os governistas do PT e PMDB, o que não é surpresa, sempre foi uma invenção da midia e do próprio PT que não queria enfrentar nenhuma oposição de esquerda.

Serra: é a Dilma deles trafica até o pais e o petroleo para chegar onde quer e se precisar contando claro com a ajuda dela.

Alckmin: é leviano acusar sem provas, mas se eu pudesse, diria que o governo dele não se sustenta a uma investigação independente como o federal. Porém como seus arqui-inimigos petistas e simpatizantes estão mais preocupados em sustentar o chefão Lula a todo custo, e denuncias contra o governo paulista não funciona mais como cortina de fumaça nem moeda de troca, é capaz do tucano sair fortalecido.

Os NeoFascistas

Os extremismo de direita é o resultado da união do fundamentalismo de cunho religioso com a demagogia de populismo politico reacionário. O resultado do encontro de políticos oportunistas com o discurso “evangélico” que capitalizam tanto a revolta da população tanto como a corrupção quanto com a viés totalitária de esquerda autoritária no poder que encontrou na figura de Dilma uma caricatura. Mistura dogmas e preconceitos misóginos a um projeto de poder ainda mais perigosos que o fanatismo ideológico dos antigos nacionalistas militaristas ou petistas mais bolcheviques. E assim cresce não apenas simbioticamente a manutenção da representatividade criminosa e ilegitima, mas proporcionalmente a histeria dos discrusos de ódio de classes desse velho socialismo autoritário, incorporando inclusive todas as caraterísticas clássicas do velho fascismo: nacionalismo, racismo, homofobia, etc…

Todos os golpistas são abjetos. Não substituem em nenhuma circusbntancia a necessidade de mais liberdade e democracia real, mas o fascismo o maior golpe de todos, não porque seja só pior, mas porque é o fascismo é a versão a direita do bolchevismo dos petistas, a mesma morte totalitária do libertarismo.

O Fora Todos do fascistas, dos Bolsonaros da vida, é como o comunismo do marxistas, petista. É o fora todos menos Eu, o salvador da pátria. A tirania mais primitiva e o golpe por excelência. Não é a restaração de nenhuma cidadania ou controle social, mas a centralização do poder no outro polo autoritário. É a continuidade da sociedade civil e os movimentos sociais mantidos submetidos como um mero apêndice do seu estado aparelhado agora por outra facção.

O FORA TODOS é meio não finalidade. E qual a finalidade define o golpe ou a revolução: queremos eles fora para colocar outros tiranos no poder ou para de fato assumirmos nossa cidadania em igualdade de liberdades inalienáveis?

Ainda queremos Lulas, Moros, Bonsonaros, Tiriricas? ou ninguém entre nós e nossa soberania? Queremos a verdadeira liberdade e democracia direta ou queremos continuar a ser governados e ponto não importa por quem?

A pergunta é o que você quer: apoiar golpes e golpistas, ou nem que seja uma vez na vida se levantar e defender sua independência e liberdade?

Democracia Direta Já!

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.