SITE DA RENDA BÁSICA EMERGENCIAL ENTROU NO AR: “AUXILIO EMERGENCIAL”. FIQUEM LIGADOS.

COLABOREM DIVULGANDO PARA QUEM MAIS PRECISA. E QUANTO AO RECIVITAS E QUATINGA VELHO? E AS PESSOAS QUE NÃO PUDEREM SE SEQUER SE CADASTRAR? EU SEI. MAS PRIMEIRO…

ANTES DE MAIS NADA, PELA ORDEM DA COLABORAÇÃO SE VOCÊ ESTÁ BUSCANDO A RENDA BÁSICA EMERGENCIAL OU QUERENDO AJUDAR QUEM PRECISA DE UMA FECHE ESTE SITE É VÁ IMEDIATAMENTE PARA O SITE DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL.

http://www.caixa.gov.br/auxilio/PAGINAS/DEFAULT2.ASPX

NÃO ESQUECEU DE NINGUÉM? PENSE MELHOR. LEMBROU?

http://www.caixa.gov.br/auxilio/PAGINAS/DEFAULT2.ASPX

AGORA SIM. MAIS NINGUÉM?

NOVIDADES

Primeiro gostaria de lembrar a todos que postagem DE ORDEM PESSOAL desse perfil foram suspensas por tempo indeterminado, quiça encerradas.

Isto posto. Faço saber agora que a comunicação neste site a partir da presente data é oficial, e na qualidade de:

Diretor de Projetos e Parcerias do ReCivitas

Coordenador do Pagamento da Renda Básica Garantida em Quatinga Velho

AGORA EM COLABORAÇÃO e COOPERAÇÃO INTERNACIONAL EM CARÁTER EXTRAORDINÁRIO COM NOVAS INICIATIVAS DE RENDA BÁSICA GARANTIDAS.

Image for post

INICIO ESSA NOVA FASE DE PRESTAÇÃO DE SERVIÇOS DESTE SITIO (ESCRITA E VÍDEO [QUANDO REQUISITADO PELOS COLABORADORES]) COM O PRIMEIRO VÍDEO DE 2 MINUTOS (EM PORTUGUÊS) SOBRE QUATINGA VELHO (COMEÇO, ATUALIDADE, PERSPECTIVAS) GRAVADO PARA:

RAINERO SCHEMBRI, DA L’UNIVERSITA INTERNAZIONALE PER LA PACE — ROMA E LA REA — RADIOTELEVIZIONE EUROPEE ASSOCIATE.

Sim. Voltamos pro “campos” e “redes” para atuar em todas as posições que preciso for, técnicas, ou mais no centro e avante. Mas seja qual for a posição ou campo, até mesmo ainda aqui na reserva, vestimos a camisa e o número dela é 9.

Sim. Esse é o vídeo de entrada dessa nova rede mundial para a renda básica permanente para todos e de fato. Mais detalhes conforme os progressos.

AGORA PELA ORDEM DA BASE AO TOPO:

PARTE I

DO PROJETO DE QUATINGA:

O Projeto Continua Pagando a Renda Básica Garantida em Quatinga Velho.

Efetuaremos novos pagamentos em caráter excepcional. Tantos quantos forem necessários; Enquanto houver FUNDOS Na Poupança da nossa MicroPrevidência Mutual. E enquanto a CRISE.

Terminada a Crise iniciaremos imediatamente a captação de recursos para recomposição dos fundos da renda básica garantida, tanto para manter, quanto para ampliar tanto o número de pessoas quanto o valor da renda básica.

Lembrando que há pessoas esperando para entrar e que só não recebem por falta de fundo na poupança para pagar dentro desse modelo sustentado e permanente.

Caso o Governo Brasileiro decida por instituir uma renda básica permanente sem nenhum tipo de condicionalidade, contrapartida ou exigência que fira os princípios de democracia, autogestão e cidadania plena, nem a imposição de nenhum custo operacional ou administrativo, embutido dentro do sistema de pagamentos ou transferências do dinheiro contribuindo para as mãos do beneficiários. Ou seja, exatamente como é o modelo de transferência de renda de Quatinga Velho. O ReCivitas dará cumprimento a sua missão e finalidade social passando nos termos da lei o controle da administração do programa a unidade da federação responsável.

E faço votos e loas para que todas as parcerias com organizações nacionais e internacionais sociais, redes e Universidades, sejam preservadas e ampliadas. Pois embora todas nossas contribuições sejam de pessoas físicas sem os canais de comunicação e logística dessas redes de apoiadores o projeto jamais teria se sustentado sem um centavo ou apoio privado ou governamental. Muito pelo contrário.

E se ou quando isso ocorra, faço votos consigam o que nós nunca conseguimos se livrar das taxas bancárias (nacionais) que incidem sobre a renda, uma forma de contribuição. Porque se até o ativista sabe, o ministro e o estadista, o banqueiro também: não cobrar mais é melhor do que dar pouco, ainda mais de quem não pode dar mais nada. Salvo como propaganda. É claro.

PARTE II

DO “AUXILIO EMERGENCIAL”

  1. Do nome e apelidos do programa: coronavoucher, renda básica, “auxilio emergencial”

Preferia por motivos utilizar mais do que óbvios e evidentes a denominação “renda básica emergencial”. Porque a oclusão assim como a exclusão mata. Mas respeito quem vai carregar o andor de fato não importa o tempo. Independe se o respeito seja reciproco ou não. Assim se os responsáveis técnicos executivos e de, espero que de campo, agora encarregados pela realização do programa utilizam o nome “auxilio emergencial” que é o que consta do site da Caixa Econômica Federal, então “auxilio emergencial” será, salvo por ato falho. Porque se Clay se Chama de Ali, então é ALi e não Clay. Aliás fazem muito bem.

Em usar um nome, próprio e único. Para evitar confusão, que pessoas não caiam, em outros sites ou sítios que não sejam os que vão dar a execução do pagamento. E por isso mesmo repito muito ajuda quem não só atrapalha, mas colabora mesmo quando o programa não é o ideal, ou não concorda nem com as intenções e correções se é para o bem de quem mais precisa.

Você precisa ou conhece alguém que precisa desse recurso então sai daqui e entre no SITE DA CAIXA ECONÔMICA FEDERAL ou AJUDE ALGUÉM A CONSEGUIR SEU BENEFICIO PARA ONTEM.

2. Dos Responsáveis

Gostemos ou não, quem será o responsável por sua efetivação, o “Mandetta” do programa, será até a presente data em que escrevo estas linas, as 3 da manha do dia 8 de Março é o Gen. Braga[1]. Ele é o coordenador. E Bolsonaro infelizmente, continua presidente é também, gostem ou não, (pois é, não é fakenews, mistérios do destino) é quem promulgou a lei, seja ou não de fato uma “renda básica” ou só mesmo um “auxilio emergencial”. Machado de Assis, que além de brilhante escritor era para quem não sabe funcionário público (de carreira) e entendia desses emplastros mais do que ninguém: amores de Nomeatas. Logo a proposito da #PagaLogoBolsonaro sem comentários. Ainda mais agora que são nulos e sem efeito, e que estou livres dos resíduos tóxicos. Mas Bolsonaro agrade pela consideração. Senão ele quem? Não é mesmo? Nós? Vai reclamar para quem? Pro Bispo? Pro Papa? Pro delegado?[2]

Em outras palavras. Eu libertário de uma organização civil não-governamental. Eles são autoridades de corporação militares e organizações governamentais. Mas estão em missão de razão social humanitária urgente e emergencial de combate a pior praga da humanidade que não é o novo virus, mas o velho, a miséria.

Não. Nós dentro do ReCivitas conhecemos essa posição e embora estejamos de fora. E portanto não tenhamos a menor ideia do que está acontecendo dentro nesse momento no planejamento técnico, sabemos guardadas as devidas proporções o tamanho dessa responsabilidade social. E justamente por não conhecer e não estarmos participando que não vamos cornetar. Qualquer pressuposição em contrário nesse primeiro momento seria não só contraprodutiva, mas má fé.

E não faremos isso. Porque a causa é humanitária e cosmopolita, o respeito a vida, dignidade e liberdade e paz se põe a frente de qualquer certeza ou convicção. E é por isso, que aguardei só até o ultimo momento quando da certeza de dispensados os meus préstimos, para prestar meus serviços voluntários em outras brigadas de legionários da paz internacional. Aqui continuo cumprindo minhas obrigações e deveres e responsabilidades mas como simples cidadão. Não é o melhor do que posso dar. E no ReCivitas nunca ninguém nega o melhor do quem para dar. Não traímos aliados. Não somos loucos mas parafraseando um idiota-maluco que afundou o país, mas que somos brasileiros duas vezes, igual ao corintianos, e se tivermos que ficar na fila por 30 anos ainda seremos fieis, onde estivermos.

Image for post

ESTE ESCRITO NÂO É PORTANTO, DIRIGIDO CONTRA NINGUÉM. NÃO É SEQUER PARA FAZER PRESSÃO. PORQUE PARA FAZER PRESSÃO É PRECISO TER PODER, DE RE-PRESSÃO OU DISSUASÃO. NEM PARA BRIGAR QUE DIRÁ PARA BRAVATEAR. NÃO TENHO NEM OUTRA DISPOSIÇÃO NEM DISPOSITIVOS. E ABSOLUTO ASCO DE MOVER-ME OU DEIXAR DEMOVER-ME NAS SOMBRAS PARA ATACAR PELAS COSTAS COM GESTOS DE MÁ-FÉ.

QUE DIRÁ COM GESTO DE BOA-FÉ, PEITO ABERTO E MÃOS DESARMADAS ABERTAS E LIMPAS PARA TODOS. REPITO TODOS SEM DISCRIMINAÇÃO OU SEGREGAÇÃO. A COMEÇAR POR QUEM ESTÁ A FRENTE NA VANGUARDA SEM FAZER PREJULGAMENTOS FAZENDO VOTOS QUE FAÇAM O QUE É CERTO. POR QUE AÇÃO SOCIAL E HUMANITÁRIA É CIÊNCIA E NÃO IDEOLOGIA. E IDIOTICE MATA. E CRISES HUMANITÁRIAS REQUEREM O ESPIRITO DOS CORPOS DE BOMBEIROS E PARAMÉDICOS E ASSISTENTE SOCIAIS DE BASE E CAMPO E NÃO O CARTORIAL DAS BUROCRACIAS.

O COMBATE EMERGENCIAL EM SUA PRIMEIRA FASE É COMO O COMBATE A UM INCÊNDIO, O TRABALHO DE RESGATE. DEPOIS É O APRENDIZADO COM O ERRO: É A SEGURIDADE E SEGURANÇA UNIVERSAL NO E PARA O TRABALHO E RIQUEZA DAS NAÇÕES: A PREVIDÊNCIA SOCIAL UNIVERSAL: A GARANTIA DO MINIMO VITAL E AMBIENTAL SEM OBSTRUÇÕES BUROCRÁTICAS OU CUSTOS ADMINISTRATIVOS, MAS PODE CHAMAR DE GENUÍNA RENDA BÁSICA UNIVERSAL.

Quanto as objeções de que esse é um caso excepcional e que ninguém tinha como saber, Quatinga Velho é a prova factual em contrário. E embora não tenha sido bancada com dinheiro publico. Minha formação ainda que incompleta o foi, Filosofia, Ciências Moleculares na Universidade de São Paulo e Informática Industrial do Centro Paula Souza, e FAPESP . Cursos e uma bolsa de estudos (3 meses). Pago com dinheiro do contribuinte e claro com o suor da família que me ajudou a entender, o que qualquer seguradora ou ressegurada do mundo, sabe, se há o risco: previna-se. Eles da falência em casos até das menores probabilidades físico-matemáticas de desastres naturais ou não. Nós do oposto: a morte quando as expectativas de vida decaem a ZERO na velocidade inversamente proporcional das respostas improvisadas, leia-se falta de previdência e provisões. Uma atualização do Darwinismo. Não é questão do quanto os organismos são mais ou bem adaptados aos dados ou fatos ambientais atuais, mas aos dados ou cenários futuros, o quanto eles são capazes de se mutar e não é aleatoriamente, mas a exata razão dos novos ambiente. Capacidade de re-produzir novas versões de si mesmo, com as chaves códigos padrões e combinações, formas e formações, e informações e versões certas, diversificar-se, inovar-se, renovar-se, adaptação ou mutação, mas não arbitrária, mas orientada ao objeto ou objetivo futuro: o ambiente não do aqui, agora, que dirá o de ontem, mas o do amanhã, visão(e audição, planejamento orgânico e organizacional do futuro. Atualizações e correções constantes conformes as Previsões e provisões: Previdência organizacional. Sempre pronta. Sempre providencial. Sempre cientes, sempre conscientes. Hiperconexas, hiperconscientes.[1]

Uma mensagem sem patrocínio da corda e a caçamba:

PARTE III

E AGORA SUGESTÕES PARA CAIXA DE SUGESTÕES E SÓ. COMO MERO CIDADÃO. PORQUE NÃO VOU ENSINAR PADRE NOSSO AO VIGÁRIO

ESSE ESCRITO É NULO E SEM EFEITO SE TUDO ESTIVER CORRENDO PERFEITAMENTE, OU SEJA, NENHUMA DAS (BEM MAIS) DE 11 MILHÕES DE PESSOAS QUE OS GOVERNOS ATÉ O PRESENTE MOMENTO NÃO SABE QUEM SÃO, SIMPLESMENTE CONTINUAR NO MESMO ESTADO, PARA TODOS EFEITOS NÃO EXISTINDO ATÉ A MORTE DELA E DE OUTROS INOCENTES EM CONSEQUÊNCIA DESSA FALTA GRAVE DE PREVIDÊNCIA PARA OS EXCLUÍDOS QUE, NÃO SEJAMOS HIPÓCRITAS NÃO É DE HOJE. NEM DE HOJE AS CAUSAS E CONSEQUÊNCIAS NEFASTAS. RIGOROSAMENTE O VÍRUS ACELEROU O CÍRCULO VICIOSO. E PORTANTO A PERCEPÇÃO (NÃO DE TODOS): QUE SE UMA VIDA SE PERDE A OUTRA (DO PRÓXIMO OU DISTANTE) TAMBÉM SOFRE.

OU SE TAIS MEDIDAS OU EQUIVALENTES ESTIVEREM SENDO TOMADAS

Chamamento para Sociedade Civil Organizada onde não há sequer sociedade civil organizada. (LEIA-SE ONDE NEM ONG, BANCO OU TELEFONIA HÁ)

NOS LUGARES QUE NEM NOS MAPAS DA MISÉRIA OU DO BRASIL SEM ELA ESTÃO (OS VESSELS VELHOS VAZIOS E ESVAZIADOS ESQUECIDOS DOS BRASIS DA VIDAS)

Nesse exato momento. Há pessoas que estão na fila de espera sem poder ir pegar sua renda básica emergencial. E ninguém para levar até elas. E já não podem esperar mais um segundo, sequer. Nem elas nem o Brasil. Como sei? Algumas delas estão cadastradas tanto no programa do governo quanto no ReCivitas. Outras nem do Governo, porque não conseguiram, sequer se cadastrar. Não tem os meios ou já nem a saúde. A diferença é que no nosso programa não só identificamos como já efetuamos o pagamento mesmo quanto não havia sequer banco ou telefone. Como: busca ativa.

Então para fica aqui a sugestão do óbvio: cruzamento de metadados, busca ativa e redes.

Basta um agente de campo, celular nos Brasis onde o governo sequer sabe ou quer saber que existe. Onde? Vocês tem todas as ferramentas só talvez não saibam cruzar o metadados incluso da saúde (por exemplo).

Não vou ofender a inteligencia de ninguém descrevendo, as operações logísticas mais óbvias.

Há ONG, associações, que podem fazer a ponte. E sistemas bancários e auditoria que podem ir verificar de antemão in loco. Uns agentes paramentados com provisões médicas um, celular. blá, blá, blá…

E liberado o recurso por tempo indeterminado desde que existam contribuintes bancando a transferência de renda, sem atravessadores a roubar o dinheiro com custos operacionais ou burocráticos inexistentes. Ou seja 100$ na mão de quem Precisa. E ponto final. Esse é o modelo. Quem tem que dar contrapartida é a organização social, a organização governamental , o ESTADO ou MUNICÍPIO OU ONG e não os beneficiários, os cidadãos agora não mais invisíveis. Detalhe se não houver cobertura, nem bancária nem de celular. E projeto de raiz. Dinheiro no carro. E direto na mão de preferencia das mulheres e checar a saúde, ao invés de cortar benefícios. Trabalho de agente social, na falta militar, na falta voluntário.

O contribuinte rico ou pobre entra com o capital. A organização com trabalho voluntário. Universidade faz coleta de dados e o Banco a auditoria sem nem precisar mandar, se a ONG souber prestar as contas. É assim que funciona o modelo QV. Mandamos prestações de contas para o GLS Bank da Alemanha, que manda doações de pessoas física, vaquinhas as vezes entre funcionários, 5 euros. Coloque alguns zeros a mais a direita, e não mandem para o ReCivitas, mas para outras ONGs, comunidades de base com a ajuda de contadores, auditores, advogados, programadores de computadores, administradores, todos os técnicos trabalhando para remover barreiras e não construí-las (ronins) e vocês terão o que vocês querem.

Lógico que isso é uma simplificação grosseira. Que precisa do ajuste fino. Mas é para isso que existe a prática, o feedback da experiencia: ciência, para corrigir as hipóteses fracas, e fortalecer as que estão funcionando. A arte de trocar pneus com o carro rodando. Ou abastecer aviões em voo. Não é fácil. Parece impossível. Mas com investimento podemos não só acabar com essa doença e mal, mas qualquer um. Incluso onde ele se prolifera, a miséria. A começar da desintegração, desmutualização, insolidariedade e falta de responsabilidade social. Porque liberdade é responsabilidade. Amartya Sen e o IDH corrigido pela desigualdade social explica.

Em suma o governo federal pode fazer. O estadual, pode fazer, o municipal pode fazer, o bairro pode fazer. E até um grupo de pessoas pode fazer por tantas que estiverem dispostas a fazer em associação civil. Se organizem e se garantam com Rendas Básicas Garantidas. E se sobrarem uns trocos não se esqueçam do pessoal de Quatinga Velho. Tem gente que está fora, não porque somos insolidários, imprudentes ou imprevidentes, a seguridade social lá está de pé, e com gente esperando na fila, só falta contribuintes e agentes agora governamentais irem até lá.

Estamos ouvindo e vendo. E falando e principalmente fazendo e ajudando, e pedindo ajuda não para nós, não ainda, mas a ajuda mutua, por eles e todos nós.

Agora se você já abriu e leu. Ajude. Porque o novo coronavírus vai embora. E a renda básica emergencial salvo por um milagre não, fica, não incondicional, já não é. Mas a carestia, a miséria e as endemias e mortes silenciosas e não computadas nas quebradas não. Elas assim como os mesmos erros persistirão até que uma outra coisa vença, ou a loucura ou a consciência, quem ganhar essa corrida que é a da própria evolução ou extinção das ideologias, culturas, civilizações e claro formas de viver e vida.

NOTAS E COMENTÁRIOS[0]

0. (RESIDUAIS, NULOS E SEM EFEITO QUE NÃO CORRESPONDEM MAIS A NOVA OPINIÃO DESSE PERFIL (o inferninho da boca do lixo).

1 .“Veja pelo lado bom melhor que Terroso & Lorenzone, e turma da fala que eu te chupo.Com certeza é.

2. Com certeza deve ter sido esse tal espirito da iniciativa liberal que ergueu os Estados Unidos da América descrito por Tocqueville; Da emancipação e empoderamento popular do educador comunista Paulo Freire tentava despertar. E do tal instinto de “ajuda mútua”, descrito por Kropotkin em a Conquista do Pão, esse Anarquista perigoso que citava organizações ainda mais perigosíssimas tais como o… Rotary Club, que antes de construir rodas dentadas em praças e ajudar a erradicar a pólio, foi responsável pelo advento dos banheiros públicos; tipica invenção de engenheiro e advogado desempregado que vivendo sujos e maltrapilhos como mendigo e tendo que mijar na rua, onde dormia durante a Grande Depressão não tinha o que fazer. Salvo solucionar os problemas do mundo inteiro. Que nojo mas Intoxicante.

3. Um saco? Muito chato? Eu sei. Vivem me dizendo isso. Mas eu não sou chato nem um saco. Eu sou o próprio. O Escrito abaixo explica a quem interessar possa:

Aviso: A pessoa que escreveu o texto a seguir é um sujeito imaginário, assim como os personagens por eles citados, qualquer semelhança com a realidade, é mera coincidência. Não passa de um pobre esquizofrênico que ficou no passado, mas que jura que voltou do futuro e era um artista performático canastrão de rua, ou vice-versa. Tanto faz.

DO TRABALHO DE CAMPO COM AS PESSOAS QUE (NÃO SÃO) INVISÍVEIS (SALVO AOS CHATOS, INSENSATOS E INSENSÍVEIS [COMO EU])

O trabalho de campo, muitas vezes envolve ouvir pessoas que como eu não sabem, falar, ouvir, se expressar corretamente, fazem digressões sem sentido, podem até parecer insanas, repetitivas, bravas ou nervosas, apáticas, risíveis, mas que tem sempre uma peça do conhecimento que você procura. Sempre por que se uma única peça estiver faltando, você não tem todo o conhecimento, da verdade. E quem o tem? Um exemplo de discurso insano, para quem quiser treinar mais um pouco. Mas só para aqueles que querem ajudar a destreinar sua intolerância e treinar sua blindagem a tolerância e invulnerabilidade a desempatia, ou o que é a mesma coisa a capacidade de produzir previsões e proatividades empáticas. Ou simplesmente a ação social:

REZE PELE MELHOR, E PREPARE-SE PARA O PIOR? NÃO ESPERE O MELHOR E PREPARE-SE PARA TODOS OS CENÁRIOS POSSÍVEIS, DE ACORDO COM SUAS POSSIBILIDADES, INCLUSO OS MAIS IMPROVÁVEIS. EM TEMPO, TODOS SENÃO SÃO CURÁVEIS, OU REMEDIÁVEIS, SALVO TRATÁVEIS COM DIGNIDADE. DESDE PREVISTOS PELOS PREVIDÊNCIA DOS NÃO DESMUTUALIZADOS E DESSOCIALIZADOS. PORQUE DO CONTRÁRIO AI REZA MESMO PARA NÃO VIRAR COBAIA DE OUTRO LABOR-ATOR, O QUE NÃO TRABALHA, MAS SÓ FALA E ATRAPALHA. E QUE A RENDA CHEGUE PARA TODOS, PORQUE SENÃO DIFÍCIL MANTER TODOS TUTELADOS, INCLUSO OS FANTOCHES, VENTRÍLOCOS, BOCAS NERVOSAS E LONGAS MANUS.

NINGUÉM NUNCA MORREU DE REZAR NEM TRABALHAR NÃO FAZENDO ISSO COM FÉ, JUÍZO, RAZÃO, CIÊNCIA, CONSCIÊNCIA, PREVIDÊNCIA, PREVIDÊNCIA E SEGURIDADE E MUTUALIDADE SOCIAL, NADA DISSO É EXCLUDENTE, PELO CONTRÁRIO, NECESSARIAMENTE SENÃO SOCIALMENTE INTEGRADOS. DE MODO QUE TODOS SÓ FAZEM CRESCER E ENRIQUECER COMO PESSOA, ALMA, NAÇÃO, SER HUMANO, COMUNIDADE, SOCIEDADE E HUMANIDADE, EM PARTICULAR E EM COMUNHÃO DE PAZ.

NINGUÉM MORRE DE ESPERAR O MELHOR, E SE PRECAVER DO PIOR. SÓ DE PREGAR. ENTÃO. NÃO PREGUEM O FAZER, FAÇAM DE ACORDO COM O PREGADO, A NÃO SER QUE QUEIRAM ALÉM DE FAZER CORRER O DE SER PREGADOS, POR QUEM SÓ FAZ PREGA E FAZER O CONTRÁRIO. NÃO RECOMENDO ISSO, MAS O OPOSTO.

MAS EU SOU SÓ UM BOMBEIRO, ENFIADO NA LAMA DA MISÉRIA. CUIDADO, COM AS BARRAGENS: O BRASIL É O PAÍS QUE NÃO TEM FURAÇÕES, TERREMOTOS, MAS VIVE ESMAGADO POR DESASTRES “NATURAIS”. UM ARREBANHAMENTO, CHEIO NÃO SÓ DE ENTREGUISTAS, MAS COLABORACIONISTAS E SUAS HASHETAGUES E MANIFESTOS, DECLARAÇÕES E ESCORPIÕES NO BOLSO E COFRES. POR QUE NAZIBURGUÊS É SEMPRE O OUTRO. CRISTÃO É SEMPRE AQUELA PESSOA LINDA E MARAVILHOSA DO NEOESPELHO: O VIRTUAL, A REDE DA ANTISSOCIAL.

EU não, eu sou um chato. Um chato não o chato que dá no saco do chato. Nem um chute no saco. Eu sou o próprio SR. SACO. E tenho provas e evidencias empiricas. E testemunhas oculares. Falsas e forjadas é claro. Fake News, é claro. Não sou o ET. De Varginha mas o saco voador ou melhor aterrisado não identificado não identificado da foto. Digo que eu sou. o Sr. Saco. Já que tem gente que é isso aconteceu… quem dúvida de qualquer coisa, hoje em dia? Ou melhor-pior quem não acredita em qualquer bobagem?

É verdade. Ah, bons tempos quando o maior inimigo público das Saúde Pública era a falta de senso ou quiça noção de alguém vestido de Sr. Testículos (não sou o Guedes, a personalidade não a cara) a assustar a moral e bons costumes da hipocrisia atávica holocaustica da marcação e correção das bolas da esquerda e direita.

Sacaram? Não? Se a coisa não for feita direito. A panela de pressão vai estourar, porque tem gente que no cheiro já aprendeu a jogar no vácuo da insolidariedade social dos fariseus. O Barba comprava os desesperados para se perpetuar no poder. O Bozo usa para atar as mãos até dos tuteladores enquanto esquento bulina os bivaques de todos os baixo cleros. Algo que só funciona porque existe uma divisão, um apartheid, onde os hipócritas de esquerda e direita, só falam não fazem. E pior ainda pedem para eles resolverem, são tão otários que pedem para ele tomar a decisão. Mais estupido do isso. Impossível. “Deixa eu pensar, se eu quero?” Que elite burra de merda. Ou colaboracionista. Você escolhe. Mas deve ser burra. Se está não na Suíça, trabalhando para a CRIPTO mas aqui sem gastar bilhões em ciência e tecnologia de ponta (supercomputadores, genética e ontogenética e renda básica GENUINA, telemetria, espectrometria, metainfomática) é porque é do tempo, nem dos Sobrados e Mucambos, mas da Casa Grande e Senzala mesmo.

As classes médio-intermediadoras gêmeas siamesas só fazem chorar, mamar, brigar, e gritar, e pedir por papai qual eles nem sabem quem é. Foram retardadas e infantilizadas. As alta sociedade, está com o fiantam, com o cu numa mão e a grana na outra. Mas não sabe qual dos dois solta primeiro. Na dúvida, vai preferir morrer com os dois na mão, pedindo pro papai Bozo, vovó mafalda, papai papudo, e a SS para jogarem dinheiro.

Todo mundo sabe, que não dá para as pessoas ficarem trancadas em casa, sem grana nem sair.

Todo mundo sabe que vai ter gente que precise que leve a grana até eles.

E todo mundo sabe que alguém vai ter que pagar a conta.

E quem vai levantar para pagar, e quem vai se levantar para ir levar?

Ninguém? Pois bem é nisso que quem está apostatando contra o Brasil. E que não se enganem não é só o Bozo e o Sergio Malandro e também o Citizen Kane e seus fantoches. Não adianta colocar ele como o único doido, estão colocando suas fichas. Porque o Brasil é rico. Mas os mais ricos homens do Brasil são as pessoas mais pobres do mundo em solidariedade para com seu próprio povo. Coincidência? Não. Mão de obra barata: Eles chamam de trabalho. Mas o nome disso é servidão contemporânea: escravidão assalariada. O holocausto lento, que ficou rápido, com a variável X: o Novos Macro e Micros Vírus.

E se até isso der errado… bem fé em deus, fé em deus… e paz até na guerra… Há que se ter amor e paciência porque como diz o Mano Brown na música fé em deus…

Como eu sei disso? Beltrald Russel explica :

Caso alguém ainda não tenha percebido, o que quase impossível, nem mais os governos estão mais podendo trabalhar contigenciando essa hipotese. Estão apelando, contar pedindo a cooperação e a boa vontade, solidariedade, consciencia da população. E não é da boca para fora. Salvos os já insandecidos e nós cegos, mesmos os que tem um curva de aprendizado mais lenta prepotente ou só subsenvolvida estão com medo de verdade. E se tanto um bom sinal quanto um mal. Ou se preferir: evidencia circunstancial dos estado da situação, ou mais precisamente da situação dos Estados Regionais e Nacionais e suas União Federais e Internacionais. Não é uma guerra mais por máscaras, mas uma guerra sem máscaras. E quando as máscaras, os duques e arqueduques caem. Quem entende do riscado, ou conhece a história sabe doença é o cavalo, porque o cavaleiro é a Guerra. Profecias? Não em breve computadores vão ser capazes também se aplicar essa matématica das teorias da complexidade do caos não-predeterministas. Mas nem todos nós estaremos vivos para ver essa evolução da ciência e consciência das inteligencias naturais e artificiais.

Dito isso ele trabalha agora em aberto para todos como trabalhamos no ReCivitas: com futuros tanto os que infelizmente já ocorreram, quanto os felizmente não vão ocorrer.

Esse então é um escrito que pode ter sido escrito com dados de 6 de Abril, mas está localizado em 16 de Abril de 2020. Ou mais precisamente um 16 de Abril que esperamos que não ocorra. Mas não vamos contar com a sorte: vamos nos preparar para o outro. O que deu errado. Há dois 16 de Abril (na verdade muitos mais, porque existem as variaveis desconhecidas n) mas não vamos complicar. Vamos no fácil. Dois um onde tudo deu certo. E o programa da renda básica emergencial funcionou as mil maravilhas. Um outro onde ele foi uma desgraça, ou pior nem sequer ocorreu. Foi adiado, cancelado. Enfim. Não foi. E o meios termos, onde se situam as probabilidades mais realistas, nem tanto ao céu, nem ao fundo do poço.

Estamos onde estamos, porque a três modos de lidar com os problemas: 1 tentando solucionar por conta própria ou juntos. 2. Mandando ou pedindo para alguém solucionar. Outro esperando que alguém solucione ou que eles se solucionem sozinhos. Quando se tem dinheiro, você paga. Quando se sabe faz. Quando se tem as duas. Escolhe. Quando não se tem nem uma coisa nem outra, pede para quem pode resolver. O que por si só já requer um minimo de saber: o saber quem sabe ou não, principalmente se ele pede o dinheiro que você nem tem, porque além do problema vai ficar escravizado por dividas, ou pior fidelizado, se o que ele te der for falsa solução. Afinal você como vai saber se ele resolveu ou não seus problemas se você está ou foi convencido que nem sabe mais qual é a melhor solução, mas sim o outro que você não sabe se é sabe qual é o problema. E nem você? Quando as coisas entram nesse looping. Meu amigo, não é foda-se. É fodeu. E muito.

Então acredite e não ria (ou ria não acredite se quiser) se as pessoas rezam. Elas pedem para que se introduza uma nova variavel no sistema termodinamico que já superaqueceu faz tempo, os fusíveis e neuronios queimarem e derreteram e ninguém viu, até porque não era postos cargas neles, e agora, simplesmente toda a energia, potencia e força vaza e se perde enquanto o corpo ou organismo literalmente esfria. Também conhecido popularmente como morre a espera para usar outra expressão popular: de um milagre. Eu não acredito em milagres. Eu tenho certeza cientifica que eles não só acontecem. Mas são produzidos a razão de uma fé ou ciência (a gosto do freguês) a da Consciência da Vida ou sua Potencia Geradora a Liberdade. Orar faz sentido. Mas não sem labor. É preciso laboratorar. Mas não sobre os outros como se eles fossem cobaias porque isso é como lixivia e soda caustica. È preciso laborator em si e para outros. Uma bioengenharia ontogenética completamente reversa.

Mas sobre tudo isso que é um tanto quanto hermético já falei por demais. Aqui. Necessário só é saber a seguinte instrução:

Se tudo der certo, e vai “tem que dar certo” como diria o Lula Maranhense do jovem Glauber Rocha. Esse escrito é nulo. Sem efeito. É sobre um futuro que graças a deus. Não ocorreu.

Se não. Ou não completamente. E não por falta de providencia divina, mas por falta de prudencia e previdencia humana. É com você mesmo que as pessoas que ficaram sem provisões que a humanidade agora conta.

Então tenha em mente, o estepe e o paraquedas não é uma prece para o avião cai. É para que o carro continue andando. E todas as pessoas se salvem. E se você não sabe porque o carro só precisa de um estepe. E um avião (das antigas, porque sinto muito hoje esquece paraquedas, caiu-fodeu) tinha tantos paraquedas quantos fossem a tripulação ou passageiros pelo menos da primeira classe. É nos dois casos a mesma explicação: A leis da probabilidade aplicada a Economia da Valoração das Vidas. Como diria as casas Bahia quer pagar quanto? Pelo pneu? Pelo paraquedas? Pelo carro? Avião? Não meu amigo, pelo tempo, tempo de vida. Quantos segundos a mais ou menos você vai comprar de esperanças ou expectativa de vida. Há quem dê tudo que tem por um segundo a mais de vida quando finalmente descobre que vai morrer. E outros que dão até a vida, quando descobrem que já morreram e só não haviam percebido ou mais precisamente não sabiam exatamente quando. Coisa que um computador se tivesse senso de humor acharia graça. Porque morrer você vai. O quando eis a questão.

É provavel que uma IA perceba que o ser humano recorra a essa ilusão ou autoengano, quando não se aproveite uns dos outros, para tirar vantagens dessa condição a consciência da mortalidade. E também tire vantagem disso. Piscopatas desprovidos ou precariamente retroalimentados de empatia o fazem, porque eles que completamente desconexos dos sinais da vida co-solidária ou inteligente em algum lugar além da imaginação ou projeção imagética e fantasmagórica não o fariam? Psico fatos e cartão de crédito não sai de casa sem eles. Porque a vida tem preço, custo, juros, muda de lugar para lugar, tempos em tempos, conforme o clima, a bilê, o humor, e claro dependo da cara ou roupa e a condições de pagamento e crédito das gentes ou indigentes, se muito fodidos aí nem pagando e nem fodendo. Porque fiado só no quando o mundo acabar.

Mas ele sempre acaba. Não necessáriamente para todos juntos, nem ao mesmo tempo, nem com direito a manchetes. Mas as vezes, sem nenhum alarme. Como a arvore que cai na floresta, sem ninguém dar pela sua falta. Curioso que justamente dos eventos mais significativos da interconexão entre todas as coisas do universo. O paradoxo Einsten-bosen tenha sido usado para justificar uma intepretação tão obtusa e totalitária do Universo. Que o fenomeno que dá aso a teleporte insntaneo da informação, ou mais precisamente da metainformação tenha sido interpretado pela cegueira do prepotenctes com se ele estivesse parindo, dando a luz aos fenomenos. quão Patético é a prepotnecia humana diante da potencia da liberdade criativa da natureza ou se você é menos chegado em autopoesise menso ateu e mais deista diante da Criação, desde que não seja um idiota que não perde termo com nomenclaturas ideológicas que fazem parte de disputas por territórios compartimentado e desintegrados das ciencias e credos e suas fronteiras imaginárias da incognição onde não raro, as pessoas perdem o seu juízo, fé e razão tão apartadas semiologicamente quanto a própria episteme dos seus fenômenos neurológicos dentro e fora dos planos das projeções mentais e esferas espectro, crono, geo metro metraveis, dessa matemática das dimensões, comensuarões e ações, reações, mas sobretudo relações das phisis presentes e atuais (espaço-temporais), e ausentes, distantes, nem tão próximas, estranhas talvez, desconhecidas.

Outrara até vistas, mas já não mais. Que passaram rapido e se foram. E ninguém viu. Estou longe e ninguém se lembra. Ou nunca ninguém nem viu, mesmo estando sempre do seu lado. Será que alguém olhou. Mas tinham olhos para elas? Ouviu? Como se era muda? Quem queria ver? Era minuscula? Morreu antes de crescer. Outra nem nasceu. Outra nem desse tempo é. Ninguem mais conhece. Estou eu a falar de física? Matemática? Metafisica? Filosofia? Passado? A volta dos que não foram? Não economia. Tecnologia. E atualização.

Então não confunda o cu com as calças. Nem todo carteiro é um ladrão de cartas. Alias não conheço nenhum. Com banqueiros dizem que a proporção é inversa. Não sei. Só sei que o carteiro que pega a carta e alguém assim como tesoureio que esconde ou entrega para quem não deve dinheiro ou o envelope que é do outro, não é carteiro nem tesoureio, é ladrão ou pau mandado de um. E se anda em bando como guarda costa armado é mafioso. Agora, se tá legalizado, mil desculpas. Porque eu sou um ignorante. E da pior espécie que não é o que não sabe do que está falando, mas com quem está falando. Ou se sabe então é péssimo em fisica, não calculou bem a distancia entre a vara a onça, ou tempos de entrada e saida da informação, ação e reação. Ou calculou e é a onça que não sabe que ele é seu amigo, assim como a onça, é o amigo da onça. Um servidor muito dedicado. Lembrei não sei porque do Google. Vai ver porque é havia um buscador chamado Garçom. Pobres garçons. Vivem para servir. E eles é que são.. o que não são. Viajei.

Interprise chamando. Dr. Spock.(E eu nem gostava desse orelhudo entalado)

Voltei. Onde estava mesmo? 16 ou 6 de Março? Qual porra de realidade possivel ou impossivel? Odeio calcular im-probalidades e co-incidencias que não se cansam de co-incidir.

Aceito doações de uma computador. Ou matemáticos e físicos treinados nas artes marciais ou seminais, tanto faz, das ciencias estocasticas principio da incerteza, cálculos Bayesianos mas aplicado a vida cotidiana, porque babacas a tentar provar que o coco existe ou negar isso e debater e bater-se isso já está cheio, incluso de mortos plus mortos-vivos.

6 de Março.

E por falar em testiculos que falam mas não mordem só assopram olha eles mais alguns reunidos a falar. Lindo mais uma declaração dos Direitos Humanos… de papel. É a credito ou débito? Posso sacar em qual cofre, o meus direitos humanos, nos cofres da Rainha da Inglaterra? Ou no Forte Inox, Banco Da China, FMI, aqui mesmo na Caixão Economico Federal? Ou preciso viajar para Suiça, e trocar uma ideias as ressugurados dos seguros, os bancos dos bancos. Gotz Werner talvez? Não ele já me mandou voltar para minha floresta ou será a dele? Cada povo na sua casinha até virar o do outro.

Isso. Cosntituição Mundial. Só mais pano pra manga de quem alimenta teorias conspiratórias. Sabem quem são esses caras? Iluminatis? Não. São um bando de babacas que não perdem um sarau. Café filosofico. Liga das Nações. Não pita nada. Espuma. NOvamente quem manda é quem mata e paga para mandar matar de um lado. E quem recusa e trabalha para salvar do outro. É só olhar. O teatro fora do teatro tem uma função importante como valvula de escape. Mas só quando há escape. Quando não há escape. A soceidades dos espetaculos perdem sua função social. Manter os desocupados ocupados, e os ocupados distraidos que estão sendo traidos. Quando a casa cai. Não dá né? A greta é criança vocês são adultos. Metam a mão no bolso ou na massa. É hora dos engenheiros, arquitetos, programadores, declaração para efeitos perfomático e lúdicos no meio de uma guerra. Ok? Paguem uma renda básica universal. A começar na Africa. E parem de usar eles como cobaias. E depois trocamos uma de fraque e cartola ao som do DAnubio Azul. A vida tá ficando cada dia mais loca, não entenderam não?

Comentários do Alienista ao Alienado: NOTEM A NÍTIDA DIFICULDADE DO INDIVIDUO EM QUESTÃO EM SEPARAR A FANTASIA DA REALIDADE. O IMAGÉTICO, O MUNDO DA PSIQUE, O MUNDO DOS FATOS, DAS PERCEPÇÕES SENSORIAIS, AS OPERAÇÕES MENTAIS, AS CONCEPÇÕES POR ELE INVENTADAS, OU ADQUIRIDAS INCLUSO VIA A MÚSICA POPULAR BRASILEIRA, E A REALIDADE CONCRETA QUE O ENVOLVE. QUEM PRESTA ASSISTÊNCIA SOCIAL. DEVE ESTAR PREPARADO PARA LIDAR COM ISSO. PARA LIDAR COM ESSE FENÔMENO. PESSOAS PERTURBADAS FORA DA REALIDADE?

NÃO, PESSOAS PERTURBADAS POR FINALMENTE SAÍREM DA BOLHA E CONHECEREM A REALIDADE FORA DA BOLHA. NISTO CIVIS E SOLDADOS E PESSOAS QUE TRATAM A MISÉRIA DA VIDA IN LOCO, OU SEJA NA SELVA, NA GUERRA SABE O QUE EU ESTOU FALANDO. A CONDIÇÃO DE QUALQUER SER VIVO NÃO, SÓ O HUMANO ABANDONADO A SUA PRÓPRIA SORTE. NA PRIMEIRA GUERRA MUNDIAL, NAS TRINCHEIRAS FOI DENOMINADA PELA PRIMEIRA VEZ EM TERMOS MAIS CIENTÍFICOS: MAS ELA É ANTIGA. TÃO ANTIGA QUANTO O TRABALHO OU AS GUERRAS. E TEM UM ROSTO QUE PODE AS VEZES SORRIR OU CHORAR. OU NÃO APARENTAR MAIS NADA. SILENCIO PURO. MAS NÃO SE ENGANEM ESSE É O SOM E VISÃO DELA, DA VIDA E DA MORTE.

E QUEM JÁ ENCAROU ELA DE VERDADE QUE NÃO PEÇA AOS JOVENS PARA ENFRENTÁ-LA SEM CONTAR A VERDADE DE QUAL É SUA VERDADEIRA FACE: A TRISTEZA DA LOUCURA DA DESHUMANIDADE REFLETIDA NA SUA PRÓPRIA ALMA DOS OLHOS DO SEU PIOR INIMIGO MORRENDO PELAS MÃOS, SEJA PELA AÇÃO OU OMISSÃO. PELOS ATOS DE BRAVURA OU COVARDIA.

QUEM JÁ SE COLOCOU NA VANGUARDA. QUALQUER UMA DA VIDA E DA MORTE. QUE O CONTE. O QUANTO TODA VIDA É PRECIOSA.

Image for post

TODA VIDA É A DO MEUS FILHOS…

Vozes de robos… malditas

Continuem com seus espetáculo dantesco de mentiras, continuem se fazendo de surdos para os gritos do silêncio e cegos para os invisíveis, de punhos fechados, dando pedras para quem pede pão da alma e de corpo até o fim… e o sertão vai virar mar e o mar vai virar sertão… ôxe e como vai.

Image for post

Toda vez que eu mandei minha mensagem, sempre, muitas pessoas de bom coração estenderam a mão para quem precisava. Vocês acham mesmo, que ninguém está vendo e ouvindo? Nada? É sério? Que vocês acreditam que toda informação e formação se perde no tempo e espaço? Essas são suas fés e ciências e reinos? Vocês merecem o governo e o reino que habitam e hão de habitar.

Karma? Justiça Divina?

Não. Nada disso. Termodinâmica. Caos. Causas e Consequências. Difusas. Porque mais inocentes e futuros promessas vão morrer. E mais médicos heróis vão se sacrificar em dobro enquanto covardes vão trair a todos, porque a coragem assim como a covardia, é como anjos, não tem sexo nem olhos senão para a alma e o coração cheio de fé, juízo o único que nessa horas mais escuras não perde a razão, a consciência, e entende o que é ciência e o que não. O que é loucura, fato, e a insanidade ou a mentira descarada que mata e morre a gene, o gêneses, a ontogenia, e ontologia da vida.

E sem crise e patrocínio desalva tiros ou cefaleias. Porque é quase meia-noite.

Ou não. Caetaniei ou Lobei? Você sabe? Eu Não sei. Pergunta pro Roque Santeiro, ou Sinhozinho Malta, ou a Viúva Porcina. Só não se esqueça que a novela teve duas versões hein? A primeira nem foi ao ar….

A História do Brasil do futuro que não vingou. Ou Será?

Mistério para da Meia-Noite. E quem tiver ouvidos para ver, verá… esteja onde estiver…

E por falar em loucuras ou curas…

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store