Royal Idiocracy in UK: E quem foi que disse que a Rainha da Inglaterra não serve para nada?

Entendeu agora porque um fascistóide a-do-ra uma monarquia?

Mas como o homem do microfone de ouro diria não importa, porque a família real continua simplesmente um luuuuuuuxoooo. E solta o cassino do Chacrinha: quem vai querer bacalhau?

Image for post
Image for post

Imagina só se isso acontece numa república bananosa de esquerda ou direita, (a gosto do freguês). Se um ditador, perdão presidente, pede algo a qualquer cargo mais ou menos equivalente a uma rainha da Inglaterra (será que serve um presidente de Suprema Tribunal?) para fechar o congresso por meses, só tempo o suficientes para aprovar seus decretos sem oposição? E quem disse que precisa fechar para isso? Aqui só impera os interesses republicanos nos 3 poderes, até pacto explicito para que eles continuem imperando tem.

Image for post
Image for post

Isso me faz lembrar piada de humor negro que me contaram na Europa, sobre os custos da família real. Um inglês monarquista falava sobre as vantagens da monarquia, entre eles dizendo como os ganhos em turismo e visitação com ela, superava e muito a mesada que davam para mantê-la. Um cawboy presidencialista rebateu, não seja, por isso: se é só pela visitação e turismo, mata, empalha e depois põe no museu- é o que fazemos na America com índios. O Brasileiro entrou na conversa e disse nós também, pelo menos em parte, porque o museu queimou. E a floresta também, poderia completar, mas foi antes.

Mas é só uma divagação… há quem diga que poderia ser ainda pior , poderia ser ditaduras militares ou jurídicas mal disfarçadas. Porém não se esqueçam que as naturezas das idiocracias nunca muda, ou melhor só muda de endereço. Eu por exemplo consigo imaginar um cenário completamente hipotético para um filme ainda mais distópico onde um país não é governado nem por milicos, nem traficantes, nem por milicianos, nem corruptos de colarinho branco, toga, batina, quintas-colunas, velhos coronéis, ou novos clãs, ou nem só, afinal…porque pressupor tamanha seletividade? afinal para além do jogo de cena e representações (sejam eles reais ou republicanos fakes) porque não haveria um espaço político para um novo acordão onde todos tivessem seu quição de privilégios? Desde que se mantenha quem sustenta esse negócio sempre no seu devido lugar sem perturbar trabalhando e pagando tributos, quieta e longe do poder, o regime que vier depois a gente acerta; o importante é manter a coisa de pé, não importa ao custo de quê, nem de quem, mesmo que seja o do próprio jogo de cena. Mas pode chamar de democracia representativa ou melhor de representação:

Então doutro qual regime democrático prefere: o Republicano Presidencialista ou a monarquia parlamentarista?

-Mas e aquela tal de democracia direta digital?

-a essa meu amigo nem entrou no cardápio.

-Mas essas outras aí parecem tão estragadas…

-Não se preocupe é só temperar com um pouco de ditadura que você nem sente o gosto. Vai por mim esse tempero é receita de família, segredo da casa. Em tempos de vacas magras sempre funciona… e quantas vezes não nos mantivemos graças à ele… Acredite em mim, no começo você pode até estranhar um pouco, mas como tudo na vida, você vai acabar se acostumando e quando perceber vai até sentir falta.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store