“Previsões previsíveis” do passado sobre o desfuturo do Brasil

Quem vai tomar conta da Senzala-Brasil se (ou quando) Temer cair de vez? “Ora, por que não colocar de uma vez o capataz-mor?”

Um artigo premonitório de um futuro que infelizmente continua previsível: Gilmar, Eike, Lava-Jato e as ascensão dos partidos religiosos

Uma velha ditadura a procura de um “novo” tirano que a represente… um autoritário no lugar certo na hora certa se ofertando como o tiranete de uma aristocracia reacionária em busca de consumar seu golpe. Esse é o mercado político. Se a ocasião faz até os menores ladrões porque não faria os grandes? porque não faria governos e governantes?

Na verdade a pergunta não é o que ele fará para chegar ao poder. Mas sim o que ele não faria para colocar outro rabo-preso no lugar do atual? Ou numa contextualização menos afeita a esse teatro das representações, o que os interesses “nacionais”, que o togado tão bem da voz e representa, não fará para manter um representante também na chefia do outro poder maior?

Mas peço desculpas, ao leitor, estou apenas me repetindo… de novo. Segue trechos de artigo de Setembro do ano passado que diz tudo o que eu já não tenho mais estômago para dizer mais hoje…

Gilmar Mendes, a mosca azul e os 3 poderes

“Pelo jeito finalmente caiu a ficha na aristocracia brasileira que se tentarem empastelar [de vez] a Lava-Jato vão explodir o barril de pólvora da sociedade brasileira que eles estão sentados em cima. E assim se tiverem que entregar a cabeça de Temer na bandeja, que seja. Eles já tem o carrasco e saída para enfiar outra marionete sem derrubar a farsa e continuar no poder.

E quem vai conduzir esse espetáculo, e colher todos os frutos da expectativa é Gilmar Mendes. E este aí, na escala Lula, é alma ainda mais pura e inocente que o próprio.

É ele, o decano, que conseguiu no final do xadrez ficar com o poder na mão não apenas para derrubar Temer e chamar uma eleição indireta, bem a gosto dos donos e patrões do Brasil. Mas para mandar a chapa inteira dos golpistas e petistas exatamente como ela nasceu junta para o Moro. Pode arrancar de vez todos eles não só do poder, mas do que resta do esconderijo do foro privilegiado e jogar tanto os já decaídos quanto os entronados, mandá-los juntos para o mesmo lugar.

Sinhozinho, pode não ser o dono do Brasil, mas é o novo feitor deles. Façam como o chefe, respeitem, sinhozinho.”- Rei morto, rei posto: Eis o mais novo reizinho da colônia Brasil: Moro?

Eike, PT e cia

Não, o velho núcleo duro do petismo não vai mudar nunca. Nem se livrar das suas marcas de quem são e do que fizeram nunca mais. Não há marqueteiro ou igreja no mundo que salve. Não adianta nem mesmo tentar fazer como o Eike e pular do navio que está afundando para se enfiar no porão de quem está tomando o Brasil. Não estou dizendo que eu duvide que eles tentem. Não duvido nem que vou ver marxista e petista de carteirinha encontrando Jesus. Mas não vai colar. Agora nem virando evangélico.

Imagem de santinho para eles só cola mesmo como os fanáticos do seu culto. O resto, ou seja todo mundo, já sabe o que vocês fizeram no verão passado e com quem. E esse é o problema, com quem.

Eis a verdadeira questão: só o barba e os petistas vai pagar a conta? E o resto da gangue como é que fica? No poder? É isso mesmo? Sarney, Renan, Maluf, e até o Delfim vão mesmo ficar para semente?-Rei morto, rei posto: Eis o mais novo reizinho da colônia Brasil: Moro?

Sarney, Renan, PMDB e cia

E depois tem gente que diz que exagero quando digo que o golpe não foi só contra a democracia, mas contra a republica e vem desde que se tomaram e inventaram esse Brasil. O Brasil não sofreu um golpe ele é um golpe, uma farsa. Não é a democracia que caiu, mas a república que se revelou de novo como a grande farsa que sempre foi. Não há coisa pública no Brasil, tudo pertence a quem toma o poder.

Por isso quem tomou o golpe, e vai continuar tomando até que façamos uma revolução e declaremos nossa independência destas malditas oligarquias vendidas, somos nós e não esses traíras, farinha do mesmo saco. Quem foi traído e continua sendo somos nós a população, porque nascemos preso e coagidos a viver nesta bosta, não temos escolha de verdade, mas e vocês? (…)

Pois é, velhinho, como dizia meu amigo de infância, filho de três gerações de políticos: malandro é o gato que já nasce de bigode.-Rei morto, rei posto: Eis o mais novo reizinho da colônia Brasil: Moro?

E mais uma prévia de nosso futuro previsível

Se não tomarmos nosso destino nas mãos para mudá-lo em breve a linguá oficial do Brasil será essa aqui:

O retrato da mentalidade político-partidaria militante atual

E não ri, não. Porque não estamos muito longe disso… pelo contrário já estamos bem avançados: Temos um monte de pastor político levando e falando nada com nada enquanto seus fieis deliram e eles embolsam as custas do povo crente. Igreja? Não meu amigo isto se chama Estado. Tem gente preocupada com a mistura de religião e política pelo mundo. Mas quando elas se separam?

A diferença é que, você pode não ter percebido, ou não querer, mas não adianta, já está no meio não de um, mas de vários cultos e fanáticos disputando a pau o poder. para entronar seus messias. Mas não se preocupem porque mudam os salvadores mas os todo-poderosos de fato esses nunca mudam de endereço.

Não há crente mais otário do que aquele que nem sequer vê mais que o seu culto é um credo. É tão crente na pregação dos seus mitos e ídolos políticos e econômicos que não acha que isso é um culto, mas cultura; que não é crença mas a realidade. E como tem gente assim… que se julga culto e lúcido mas dos doídos são os mais perigosos… porque ficam violentos quando contrariado.

Por isso se não quiser se sentir nem ficar mais deslocado do que está, ser perseguido vai treinando…ASCALABHAZAMMMM… pra vocês.

Mas se não conseguirem falar nem entender nada não esquenta… é mesma coisa que é a política é só falar um monte de bosta ou fingir que entendeu qualquer coisa que tá valendo. Não importa o conteúdo, o que importa no discurso as massas é a forma. O absurdo só causa choque para quem está de fora do culto ou cultura e tenta entender o que se passa. Para quem está dentro, não entender nada nem tentar é o “estar dentro”.

Por isso se continuar assim nosso futuro, o outro que acabará vindo depois é ainda mais previsível: “os partidos vão virar de vez igrejas e as igrejas vão virar de vez os partidos”.

Como bem entendeu os mestres maiores destas sociedade do espetáculo o que importa ao credo e pregação é a teatralidade da representação. É ela que prende a atenção da massa de fieis a persona do líder. Aliás muito mais do que só a atenção…

A frase que revela e sintetisa sem perceber, em toda sua idiosincrasia, essa premonição do futuro como o passado quen nunca termina é do O Governista:

“É um golpe de Estado destinado a manter no poder uma casta corrupta.”- Antagonista — Eles tramam um golpe de Estado

Se eles tramam um (só um?) golpe de Estado, para manter uma casta corrupta que já detém o poder de fato do Estado…. isto não é um golpe, é a perpetuação do golpe lei e portanto como o próprio Estado. É o poder de fato, ilegítimo e criminoso legalizado não apenas contra, mas se passando por Estado de direito. E agora me conta uma nova… Quando foi diferente?

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store