Que importa quem será o presidente? Se não é você que o elege nem o despede? (Parte 4)

Uma leitura libertária informal da história “recente” do Brasil

A juventude do liberalismo e socialismo

Pensar num velho socialista revolucionário viúvas de ditaduras decrepito ainda sonhando com “lá revolucion” é um caricatura ainda factível para os vivos. Mas talvez nossos antepassados mortos poderiam nos contar de socialistas utópicos ou revolucionários burgueses liberais, abolicionistas e até positivistas que morreram sem virarem velhos conservadores, reacionários ou amargurados.

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.