Por aqui já também tem gente pegando onda…

A saudosa democracia do Brasil antes do golpe — mas não se engane como prova Temer (e irá provar Trump) o que é ruim sempre dá para piorar

Não, definitivamente os americanos tem muitos pelo que protestar e nós também. Quem não protesta para derrubar os bandidos que tomam o poder a qualquer custo; quem paga para ver como a história termina; acaba depois tendo que lutar contra cada decreto tirânico de quem tomou o poder dentro destas muitas variadas e obsoletas formas e graus de democracia INDIRETA.

E sim os raciocínios políticos as inferências e deduções que estou aplicando para os EUA vem e valem para o Brasil, por um motivo simples: somos uma copia cagada e mal acabada desse sistema e sua cultura já decadentes.

O problema não é portanto a eleição de Trump, como não foi (só) a eleição de uma Dilma ou (só) golpe de um Temer, o problema é sua raiz: termos um sistema de governo, e impérios no mundo, onde temos que temer e adivinhar ainda qual será o humor e o grau de (in)sanidade do tirano. Será que ele falou sério quando disse que iria caçar pessoas ou estava só brincando? Que humilhação… quão vulneráveis e patéticos ainda somos: em pleno século XXI temos que pensar nosso futuro condicionado a sanidade e caprichos de um governante de um império. E tem gente que ainda se acha que é livre e tem dignidade. O simples fato de estarmos submetidos a essa condição, de termos nosso destino projetado a partir da boa ou má intenção de um tirano de merda (um pleonasmo) não é motivo para protestar é motivo para começar legitimamente uma Revolução.

O problema não são essas eleições manipuladas que deram errado, nem a manipulação das eleições. O problema é acreditar que a democracia é a eleição de tiranias refreados pela divisão montesquiana de poderes. Uma falácia patética para manter as pessoas ignorantes e excluídas do poder de decisão e informação sobre suas vidas. Era obvio que uma hora as pessoas iam descobrir que esse telecatch era combinado. E essa foi a sacada do Trump, ( e por aqui de Dória Junior) ele se vendeu como o cara que que vai cortar os fios. E até quem é podre de rico e se acha “bem-informado” comprou essa propaganda enganosa.

Porém Trump como todo populista não está criando uma demanda que não exista, a está atendendo, está encarnando o espirito reacionário que sempre se levanta quando mudanças apontam no horizonte. E tolerar o intolerante viver como ovelhas entre lobos é pedir para ser devorado.

Trump está num dilema sem solução ao menos sem solução dentro de um estado de direito democrático: Se ele vier sequer a tentar cumprir suas promessas já será um criminoso de Estado que deverá não apenas ser impitimado mas processado num tribunal internacional como qualquer criminoso contra a humanidade. Se ele não cumpri-las terá se elegido mentindo, cometendo deliberadamente um crime de fraude e falsificação ideológica para tomar o poder. Não irá para um corte internacional, mas ainda sim deverá ser legalmente deposto.

Se houver justiça e estado de direito nos EUA, mais hora, menos hora Trump via ser deposto, o problema do “mais hora”, do tentar a sorte, e pagar pra ver, é que ele pode justamente não ser deposto pelo que ele prometeu e não cumpriu, mas pelo que ele cumpriu. Pois o que ele prometeu não cosntitui ofensa constitui na posição que ele pretende ocupar verdadeira ameaça que se consuma desde o primeiro instante que ele tomar de fato o poder no mínimo como intimidação!!!

As pessoas estão confundido liberdade de expressão com ameaça.

Permitam-me explicar a diferença entre uma ofensa e ameaça mais uma vez bem do jeito euro-americana e com mais uma outra alegoria tarantiana, já que os EUA lembram cada dia mais os filmes dele:

Trump presidente é como Darth Vaider sobre a propriedade intelectual da Disney: Você não sabe o que é o pior mas sabe que a mistura é pior coisa que você já podeira assistir. Como diriam os Tupinambás: há gosto para tudo.

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.