Por aqui já também tem gente pegando onda…

Claro que é ele…

Lá na Europa o crescimento dessa onda já teve suas primeiras mensurações e foi igualmente alarmante (10 pontos):

Nos EUA os protestos continuam e aumentam em intensidade:

E se você acha toda essa preocupação exagerada… ou pior acha que os protestos de americanos como o do movimentos Black Lives Matter é um um monte de descontentes chiando porque o candidato “deles” não ganhou. Você não está vivendo no nosso tempo de falência das representações democráticas e ascensão da extrema-direta fascista. Deve ter estado em coma durante a releição da Dilma seu impeachment e ainda está catatônico no “Estado Novo” que vai ficando e se instaurando com Temer.

Se não se você está bem acordado. Sabe que nem todo fascista usa farda preta. Nem faz apologia do que realmente é. Principalmente quando não precisa mais fazê-lo.

Não. Trump não vai colocar uma suástica, não vai mais fazer discursos ainda mais inflamados, não vai colocar pessoas em campos de concentração ou cometer genocídios, não da forma que habita seu imaginário. E espero eu não estar sendo muito ingenuo agora… mas não é assim que o Estado funciona depois do fim da Segunda Guerra. Isso não significa que você não verá nem tenha passado ainda que desapercebido por esse tipo de crime. Porque ele aprendeu a ficar dissimulado, enrustido sobre outros nomes motivos e razões de Estado- como tentei demonstrar com o post sobre o holocausto brasileiro.

Não é mais assim que as coisas funcionam, assim como a máquina de propaganda não morreu com Goebels, a do eugenismo-higienismo também não parou no tempo, ela se adaptou para sobreviver nas sombras e porões dos novos “estados democráticos”- alguns com bem disfarçados e maquiados, outros nem tanto.

Alias rigorosamente não assim que elas funcionaram também naquele tempo. Quem viveu durante esses períodos dentro ou fora da alemanhã custou muito a acreditar não do que eles eram capazes de fazer, mas até mesmo do que eles estavam fazendo. Até hoje tem quem não queira acreditar!!!

Como hoje os termos empregados, sempre foram eufemismos. Os procedimentos mais horrorosos sempre foram considerados secretos por “razões de estado” e quem o denunciasse era ele o traidor do povo. E as claro as vitimas eram reduzidas a inimigos naturais de raça, de uma cultura. Mas nada que não tivesse sido primeiro desumanizado e banalizado, que pudesse ainda ser considerado por demais ofensivo e pudesse revoltar a opinião publica era admitido abertamente sem antes fazer a essa lobotomia coletiva.

Não era assim na época, nunca foi assim antes, e não é assim hoje. Há quem quem negue o holocausto alemão; o armênio; o ucraniano… Nega o genocídio de negros e índios nas Américas, os crimes das ditaduras e até mesmo os crimes de guerra atuais do seu exército e da sua policia mesmo quando eles estão todos cagados na sua cara e nos jornais. Ou nem tanto…

A saudosa democracia do Brasil antes do golpe — mas não se engane como prova Temer (e irá provar Trump) o que é ruim sempre dá para piorar

Agora reflita comigo: se o mundo já experimenta tantos problemas como a guerra ao Terror sem um fascista na Casa Branca imagine agora… se ele já colhe o que há de pior que seus governos e empresas plantaram fazendo o diabo para vencer e lucrar a qualquer custo. Imagine, então o que eles não vão plantar e vamos colher com o poder da máquina do Estado na mão de quem assim como o Daesh é um subproduto uma efeito colateral não esperado desse politica supremacista desastrosa.

Não, com Trump não será diferente, será pior. Teremos sim mais do mesmo, com certeza, muito mais do mesmo… mais hipocrisia, mais intolerância, mais segregação, mais guerras clandestinas, mais vigilância e tudo isso com a cara com a representação de um ator (agora político) que sabe mentir e convencer massas mil vezes melhor. Esse é o perigo, com Trump é mais do mesmo elevado a enésima potencia. Trump tem esse dom maldito dos populistas de formar o pensamento de manada, de bando de violadores: convencer as pessoas que seus desejos mais censuráveis de violência e violação contra o outras são perfeitamente justificáveis se em nome de uma causa maior, a maior causa de todas as causas a America vencer.

As pessoas estão querendo crer que ele vai mudar e vai se tornar mais civilizado. Que ele nunca passou de um farsante… É lógico que ele é sempre foi um farsante. Mas quem disse que isso implica que ele precisa mudar? Em que estado-nação que tem líderes máximos, ele precisa mudar o que é ou o que faz? Ele só precisa saber como fazer. Repito a máxima que Trump (que não é idiota) já começa a seguir: a mulher de Cesar não precisa ser honesta ela só precisa se comportar como se fosse. E trump não é a mulher de Cesar… ele é César! Só precisa se parecer comportado as regras que ele ainda não conseguiu quebrar, e os crimes que ele não consegui legalizar. Como ensinou Bush, nada que uns patriotic atcs (decretos) não resolvam. Enquanto isso. Tudo o que ele fizer será acobertado para preservar o mito da democracia e a dignidade real do culto a persona do grande líder que sustenta o poder, aliás como foi feito com todos os outros.

Trump não precisa forçar o Estado a fazer nada de tão monstruoso que ele já não faça. Pelo contrário aqueles que usam o Estado para os suas piores finalidades encontrarão na figura de Trump o seu representante perfeito. E nesta simbiose em troca dele continuar sequestrar, matando, torturar bombardear ou executar mais gente em missões ou prisões secretas ou guerras clandestinas, ele terá a mesma cobertura que tem todos os chefes de estados e secretários de defesa para todo e qualquer “excessos” ou deslise “domestico” que ele venha a cometer ainda que isso signifique na prática crimes, fraudes ou até mesmo violação flagrante de direitos humanos. Tudo dependerá de quais “tipos de” humanos ele vai perseguir. E forem os que é tolerável ele não será denunciado. Pelo contrário será quem o denunciar que será denunciado como traidor da pátria.

De todas as ideias mais estupidas e que espelham a mais triste mentalidade canina e servil a mais gritante é essa: a que Trump agora como que é presidente se portará de outra forma. É Disneyword na veia demais pro meu gosto. Como se uma coroa, um cadeira fossem mágicos! E tornassem as mais podres pessoas do mundo, sacro-santas. Como é que ainda tem gente que acredita nesta bosta? Foram estupradas pelo Mickey Mouse desde criancinha?

Deixa eu te contar uma coisa, nego, poder não cura. poder entorpece corrompe xaropa até quem é mais normalzinho, Imagina o Trump que não pode ver uma espelho.

Não, não estou dizendo que Trump vai ficar doidinho e saudar mandiocas ou começar a escrever cartinhas. Pelo contrário ele vai atuar ainda melhor. E esse é o grande problema. O segredo da “profissão” de politico na democracia representativa é justamente este: cometer os piores crimes que te impõe o cargo e negar com tanta convicção, que não só seus seguidores acreditarão que você não está mentindo, mas nem mais você mesmo. O que Clinton sabia fazer, Hillary nem tanto.

Não estou pagando pau pra Hilary não. Ela era da mesma laia. Não era nem menos pior. Tinha sim é menos popularidade, logo menos margem populista para manipular as massas e portanto fazer tudo de ruim que quisesse ou mandassem ela fazer.

Como Nixon bem observou Trump por outro lado “nasceu” pra isso.

e não há nada de curioso, nisso boi preto reconhece boi preto.

Porém Trump como todo populista não está criando uma demanda que não exista, a está atendendo, está encarnando o espirito reacionário que sempre se levanta quando mudanças apontam no horizonte. E tolerar o intolerante viver como ovelhas entre lobos é pedir para ser devorado.

Por isso o humor é sempre uma boa arma para denunciar, mas não é capaz de frear quem,ou melhor o quê precisa ser enfrentado de olhos bem abertos. Humor diálogo e tolerância só funcionam se as duas partes tiverem boa-vontade. Essa a primeira lição de qualquer república até mesmo a do Platão.

Uma das maiores mentiras da humanidade vem da histórieta onde um não quer dois não brigam. Não brigam, mesmo o violento e intolerante mata o inocente. Tolerar a intolerância é mais um daqueles mitos, mas uma falácia impossíveis que só servem para levar as pessoas calma e tranquilas para o seu fim.

Liberdade não vem só com revoluções industriais, informacionais ela vem com revoluções (contra)culturais. E há uma cultura podre e latente, intolerante, eugenista e reacionária nas sociedade ocidentais que foi apenas empurrada para debaixo do tapete depois da segunda guerra; e que agora que sente seus privilégios de raça e nacionalidade ameaçados tira suas mascará e volta a atacar.

Então os americanos que se sentem oprimidos assim como os brasileiros tem muito mesmo o que protestar. Porque tem muito pelo que temer. Porque Trump esta “se adaptando” ao sistema como se pertence a suas dinastias, não é um bom sinal de tudo vai se voltar ao normal. É um sinal de que a marcha de tudo que há de mais dissimulado corrupto, supremacista, racista e genocida no mundo vai continuar a avançar só que agora com um Trump a frente da sua máquina e dos seus exércitos.

Os americanos tem muito a protestar. Mas não se iludam. Governantes de impérios como o dos EUA não podem ser depostos “facilmente” como o dos seus países periféricos como o Brasil. Eles como os papas e são a personificação de culto patriarcais, ao pai e a pátria, eles não podem falhar, não podem ser imperfeitos. Da Casa Branca e do Vaticano dificilmente esses “grandes lideres” caem a não ser que seja morto. E não cai nesse conto que são malucos armados que rompem a segurança do maior máquina de guerra do mundo e matam os homens mais poderosos do mundo. Vai lá dá uma de doido e tenta pra ver o que te acontece. Já é difícil pegar na bala o chefe de um morro, imagine o chefe de um território inteiro como a força armada e vigilância dos EUA. Se você o Obama tava ouvido suas conversa, garanto a você que Trump e todo mundo num raios de quilomêtros deles não peida sem que uns dez caras não escutem. Ou seja é sempre preciso de muito serviço de inteligência, e da conivência de dentro para que “derrubar” esses caras, qualquer um deles.

Essa talvez seja a unica verdadeira ameaça que paira sobre Trump ou qualquer presidente e todo cidadão de qualquer estado. Ser morto por seus ditos protetores.

Mas fiquem traquilos quanto a saude de Trump. Considerando a lei de Gerson que não é brasileira, mas universal, e novamente seu histórico de (falta de) caráter, é muito mais provável que ele termine entrando pro clubinho deles do que os contrariando- no fundo ao menos um cidadão irá realizar o novo sonho americano. Ou você acha que ele veio mesmo para derrubar a aristocracia americana em nome da plebe branca empobrecida e excluída? Ele agora é o Fidel. Sua afinidade com Putin é grande, mas seu desprezo pelos losers é maior.

Meus pêsames portanto para quem não reconhece um populista, especialmente vivendo na America Latina, onde eles dão em árvore. Não, pra que contrair os poderosos se basta para agradar essa plebe basta jogar uns muçulmanos, uns negros e uns latinos aos leões, fazer uma guerras com algum povo oriental ou árabe e então matar dois coelhos com uma cajadada só: é agradar o complexo industrial-militar dando as guerras que ele precisa para lucrar e o sacrifício de sangue estrangeiro que o fieis do culto ao patriotismo exigem para acalmar a fúria do seu deus. Três coelhos, dependo dos coitados que eles atacarem. Pois assim, vai agradar até o seu “arqui-inimigo” reerguendo a polarização das superpotências bélicas batendo forte no palco e fazendo a maior suruba política as portas fechadas. É por isso que predadores sexuais sempre tiveram perfil de governantes, há mais semelhanças entre as duas funções do que você se quer quer imaginar…

Como é que eu sei disso? Ora quem é que não sabe? Só não sabe quem não quer saber ou tem raiva de quem. Você não precisa ser comparsa, testemunha ocular nem esperar para ser a próxima vitima para dar um flagrante. E nada mais flagrante e confesso que o comportamento de Trump e de quem tentou eleger Hilary a todo custo, imagine agora eles jogando juntos… Quem pode pará-los? Quem vai pará-los? Eles é que não vão parar sozinhos. Sem um fator novo que os detenha a equação é simples: se posso, porque não ? Essa é a mentalidade do poder.

Trump só surpreendeu quem queria acredita no mito do poder. Quem vive fora dessas bolhas, soube ver o perigo, e denunciou. Por isso a elite e midia norte-americanas não erraram ao satanizar Trump. Não se pode atribuir essa culpa a eles, quem se satanizou foi ele próprio. Eles erraram ao abandonar a máxima do contra-terrorismo: não dar mídia para a propaganda do terror para não causar terror. Aliás erraram não é propriamente a palavra, porque não fizeram isso por se “esqueceram” dessa máxima, mas justamente porque contavam com ela para manipular a população através do medo.

Pois é. Aplicaram uma estratégia que funcionava perfeitamente a muito pouco tempo atrás, quando as pessoas acreditam que algo só existia “se tinha dado no NYTimes”. E fizeram história: foi assim que a imprensa livre dos EUA que tanto temiam os terroristas, acabou colocando um notório propagandista do terror como presidente. E ele transformou seu discurso de propaganda, em propaganda pelo ato.

Quanta vontade de não olhar para o mundo… Ou pior ainda achar tudo normal…

Um Estado é por definição um instrumento de segregação e propaganda de terror pelo ato. Todo seu poder interno e externo se fundamenta na intimidação ou se preferir o eufemismo na dissuação pela violência. Ele vai mudar o quê? Se Malcolm X fosse vivo diria que depois de 20 anos de guerra ao Terror, a eleição de Trump significa só uma coisa: é a galinha voltando para o galinheiro, e é só a primeira.

E não adianta rezar para que ele troque de discurso e não faça o que prometeu. Ele já trocou de discurso e ainda vai fazer muito do que prometeu. Só que como tantas crimes, é bem provável que o povo americano (e o resto do mundo) só vão ficar sabendo se um Clelsea Manning, ou Edward Snowden traírem os traidores. Porque agora ele é o “grande líder”.

É isto que estou analisando de uma perspectiva otimista! Porque essa é uma leitura das mais conservadoras da hipocrisia governamental. Porque eu posso estar completamente errado e Trump que surpreendeu tanta gente pode surpreender de novo e ir contra esse status quo… Mas, e aí? qual é o tipo de surpresa você que ele trará? Qual tipo de surpresa ele é capaz de dar?

Ora Trump vai surpreender e fazer a America grande novamente. Qual America a dele? branca, racista, machista e puritana? Não é preciso conhecer muito história para entender afinal porque quem não é branco nem cristão e nem capitalista está com medo, e porque eles não concorda com Obama quando ele diz: vamos dar todo o apoio que Trump precisa.

Tem alguma coisa menos extra, large, plus, american, para vender por favor?Há feministas dizem que o mundo seria um lugar melhor se fossemos governados por mulheres… com certeza. E melhor ainda se não fosse governado por ninguém. Mas na falta de mundo melhores, não consigo deixar de pensar se o mundo seria melhor se os supremacistas brancos não tivessem pintos tão pequenos, ou complexos e fixações geno-sexuais tão gigantes.

Não existe democracia sem estado de direito e o que vale para as republicas de bananas ao sul do equador, vale para aos do norte. Não importe se o caudilho seja um ianque ou um bolivariano. Não importa se quem se o farsante seja um populista de esquerda ou de direita.

Permitam-me explicar a diferença entre uma ofensa e ameaça mais uma vez bem do jeito euro-americana e com mais uma outra alegoria tarantiana, já que os EUA lembram cada dia mais os filmes dele:

Mas tomara que eu esteja errado e Mickey Mouse certo. E que a força esteja com vocês:

Image for post
Image for post
Trump presidente é como Darth Vaider sobre a propriedade intelectual da Disney: Você não sabe o que é o pior mas sabe que a mistura é pior coisa que você já podeira assistir. Como diriam os Tupinambás: há gosto para tudo.

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store