O Legado do petismo: Ditaduras ou Democracia?

Ou Lula explicado por V for Vendetta

Não, não estou sugerindo que as manifestações de domingo não são libertárias, Leia para entender.

Lula o terrorista objetivista

O personagem V de Vingança da HQ de Alan Moore explicaria a estratégia de Lula com facilidade.

Lula sabe como poucos usar a propaganda pelo ato. Sabe como poucos o valor simbólico das instituições, e como poucos não tem nenhum pudor de sequestra-las e ameaçar explodi-las se acuado. O PT como organização fortemente centralizada e hierárquica funciona apenas como seu corpo artificial, os movimentos pelegos como seus braços, e os alienados como seus dedos.

Ele sabe se apropriar das ideologias dos crentes do coletivismo, das bandeiras estatais e para estatais. Lula é um randiano mais perfeito na prática do Any Rand teorizou. Assim como Stalin foi o ditador do proletário que Marx nunca conseguiu ser. Randianos perfeitos e bolcheviques tem inconscientemente mais em comum do que imagina seus preconceitos. Não são apenas egoístas travestidos de individualistas ou coletivistas são indivíduos que sabem maximizar seus interesses particulares escondidos por trás de ideologias. São estadistas que não acreditam no estado. São libertários que não acreditam na liberdade. No discurso o oposto, na prática a mesma bosta, pessoas defendendo uma ideologia como privilégio contra a ordem e o direito natural dos outros.

Há muito tempo um general alemão disse a politica é só a continuação da guerra com outras armas. E é isso que o PT e Lula estão fazendo essa politica com as armas que tem, ou melhor que não tem guerra. Lula e o PT se converteram em terroristas políticos por um simples fato começaram a perder o controle do Estado.

Assim como um grupo mafioso ou terrorista a ocupar violentamente um território nada mais que um proto-estado em sua condição primitiva ou original, o estadista uma destituído do monopólio legal da violência não deixa de ser o mesmo estadista que era só que agora sem o seu antigo poder estatal, o estadista sem a supremacia da violência de fato ou simbólica é o que o mesmo animal político de antes só que agora com outras armas e nome: é um terrorista. No caso específico da estratégia de Lula que conhece e joga como ninguém contra os símbolos e representações, um terrorista político. Sequestra, ameaça e chantageia explodir a república. Como ele consegue isso? Não não usando com seus exercíto da CUT nem do MST e companhia. É usando as falhas da próprio esquema contra ele. Seus privilégios.

Lula ao deixar no ar que se pode ir para um ministério sabe não só o que ele representa para o imaginário popular, mas sabe exatamente o este gesto revela para a população. Esse gesto é literalmente bombástico, não explode apenas a reputação de quem o comete, mas fere as estruturas que o permitem. Lula acuado se fez também ele homem-bomba, mas ao contrario de Dilma ou Cunha que ameaçam seus pares, ou a sociedade, ou instituições em especifico Lula ao ser ameaçado de ser expulso do paraíso, risca o fósforo para tacar fogo no dogma que sustenta o dogma inteiro. A santidade imaculada das autoridades.

Males que vem para bem?

Neste sentido e neste momento perseguindo seus interesses mais baixos, enquanto é só uma “pegadinha do Mallandro”, com seu contra-exemplo presta junto com Dilma um serviço involuntário a emancipação do povo brasileiro que nenhum de seus programas de assistência vigiada e instrumentalização político-eleitoreiro disfarçados de combate a pobreza conseguiu: desperta as pessoas para intolerável desigualdade de direitos entre os cidadão comuns e autoridades. A desigualdade mão da desigualdade não como direito mas como estado de injustiça: os poderes e liberdades dos privilégios contra as obrigações dos resto do povo de trabalhar e pagar suas contas.

Lula entrega o quanto Marx estava errado na ordem do status quo, Antes das classes socioeconômicos sempre vieram as castas sociopolíticas. E antes das diferenças de riquezas, as imposições forçadas de valores. Lula expõe o charlatanismo da dança da chuva da politica e economistas de estado, e mostra o quanto a economia estatal é feita muito mais politica econômicas do que de qualquer ciência economia. O que Lula está fazendo é literalmente ameaçando quebrar o segredo que compõe a ética da profissional deste mágicos que se vendedores de milagres e remédios econômicos.

Como diria o grande filósofo Tiririca: pior que tá não fica.(?)

Por isso reto e direto: a agenda não é parlamentarista, é democracia direta é devolver os espaços institucionais ao cidadão e a sociedade. Menos que isso, é pedir por conflito e retrocesso.

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store