No Grafite você é Fidel ou Doria Junior?

A São Paulo que não é Miami é a Cuba da “nova” direta

Em São Paulo Doria continua sua cruzada para “limpar” a cidade:

Image for post
Image for post
Em guerra contra pichadores, Doria é ironizado em grafite

Porém quanto mais ele tenta apagar as manifestações populares mais ele vai se revelando.

Vai revelando não só o quanto é em sua essência autoritária disfarçada pelo mesma demagogia e populismo absolutamente igual ao outro lado da mesma moeda que usa para como propaganda para se promover e projetar como contraste.

Vai revelando quanto eles vivem de jogo de sombras que produz cegueira e indignação seletiva tanto de uma velha esquerda caquética que não se reciclou ainda e nova direita que não passa do mesmo lixo reciclado e plastificado.

Tentando se mostrar diferente ele vai se mostrando para quem valoriza a liberdade mais do que as ideologias como igual. E curiosamente adotando a intolerância que o liberal justamente tanto critica nos regimes autoritários.

Diz o grafite:

São Paulo Não é Miami

Image for post
Image for post
Artista de SP remove “maquiagem” de Doria e faz reaparecer seu grafite em muro

E ele está certo. Sampa agora é a Havana, da outra burguesia, dos outros donos do povo, os limpinhos e cheirosos.

Sim, isso mesmo, uma Cuba de direita.

El Sexto, [apelido artístico do grafiteiro cubano Danilo Maldonado Machado], pegou um spray e sobre um muro lateral do Havana Livre, o hotel onde o pai da revolução cubana teve sua primeira sala, depois de conquistar a capital, pichou: “Se foi”.

Ao vivo. Expondo a cara. Risco nível cem. (…)

Horas depois, segundo a reconstituição de sua mãe, foi tirado de seu apartamento à força por um grupo de policiais e colocado na prisão de segurança máxima Combinado del Este, nos arredores de Havana, acusado de danos à propriedade do Estado. Só neste sábado, dois meses depois, pôde sair em liberdade. (…)

Mas será só São Paulo? Ou será que também Miami, NY, Londres não estão todas as principais cidades do mundo a apontar para a virada na ordem mundial do dia: do esquerda volver, para o direita volver? A apontar não o mesmo autoritarismo só que do outro lado da trincheira? Lógico que uns mais softs outro mais mais hardcore, mais todos não parecem entregam nos mais pequenos detalhes aquela mesma velha tendencia, aquela quedinha mal disfarçada pelo totalitarismo?

As vezes parece que eles só tem um tesão bobo, mas daqueles que que todo moleque de esquerda tem por seus tiranos pop de esquerda, mas quando você olha melhor você que esses caras não são moleques. São velhos suficientemente vividos para saber com o que estão flertando. Sim observe melhor e você verá que a única coisa que separa as lideres populistas de esquerda e de direita é que os de esquerda não tem vergonha ou pudor de idolatrar seus ditadores descaradamente, enquanto os de direita não se assumiram completamente ainda, tentam disfarçar, dissimular… não saíram do armário de vez… ainda.

Mas uma coisa te garanto. você não encontra esse aviso nos sinais públicos, outdoors, nem jamais nas propagandas políticas desses projetos de tiranos e tiranetes. Mas não se surpreenda se cruzar com ela nos grafites e pixações de muros da sua própria destas mesmas cidades.

Image for post
Image for post
Grafite em Londres

garanto a você que você não encontra essa resposta no lixo da propaganda imunda destes políticos que empesteia a cidade antes, durante e depois das eleições.

Image for post
Image for post
Outro aviso de tudo que São Paulo não é; do que os políticos não são; e de quem produz e é o verdadeiro lixo das cidades.

Um aviso permanente do povo para o povo, do verdadeiro perigo, da verdadeira sujeira que não apenas empesteia os espaços públicos matérias e imateriais, mas fazem deles um permanente show de horrores.

Image for post
Image for post
A sujeira e freakshow da política devidamente pichado.

Populistas e autoritários são populistas e autoritários estejam eles a esquerda ou direita. E se usam a mesma estratégia populista tendem a cair primeiro nos mesmo erros e depois os mesmos crimes, que atribuem aos seus opositores. Lógico que o mais provável é que já os cometiam antes e atribuam ao outro, mas uma vez no poder vai perdendo o pudor afinal para que diálogo e liberdade de expressão depois detém o poder de mandar?

Se estrategicamente Doria se mostrou um grande marqueteiro de si mesmo, ao invadir os feudos da propaganda da pobreza que a velha esquerda populista monopoliza. No afã de vencer sua guerra de propaganda sua blitz atacou o alvo errado. Pois embora a velha esquerda use e abuse em vender como se fosse sua “área” e seu movimento, de fato não tem dono, nem aceita cabrestos. Afinal a direita se “apropriou” dos revoltas populares, mas não nos esqueçamos que não eram de direita os movimentos sociais que iniciaram as revoltas de 2013. Aliás alguns deles eram até próximos aos governos!

Esse é um dos perigos da guerra de propaganda entre os demagogos e populistas eles não só correm o risco de cair nos espantalhos da propaganda adversária, mas também correm o risco de acabar esquecendo dos que eles mesmo plantaram e acabar acreditando de tanto repetir nas mentiras que eles mesmos contaram.

E isso vale para todos o povo não é um capital nem econômico e nem político e quem acredita que pode mantê-lo como seu poder reduzido a isso indefinidamente acaba devorado pela própria idiotia da sua ideologia que o alçou ao poder. Pode demorar mas se há uma lição que o populismo de esquerda deixou é só politicas feitas com maquiagem e pirotecnia não resistem a primeira ao primeiro lava rápido que enfrentam em sua história, nem muito menos seus demagogos.

Quando o populista acredita que é representa mesmo a “vontade coletiva do povo” e se sente seguro para atacar as liberdades do povo, sobretudo as mais impossíveis de possuir e portanto deter, como a liberdade de expressão, informação e comunicação. Ele tem uma ascensão forte e rápida, tão rápida e forte quanto sua futura queda.

Mesmos não sendo libertários, os demagogos e populistas autoritários deveriam ser menos estúpidos e ao invés de apagar os recados que o povo, que não tem senão muros e ruas para se manifestar, deixa, deveriam lê-los. Até para ao menos tentar conhecer a posição dos inimigos que eles querem submeter e manipular.

Image for post
Image for post

Quanto a nós que eles continuem assim, mostrando com orgulhos quem realmente são. Poupa metade do nosso trabalho: o de expor seu verdadeira face.

Mas e quanto ao grafite e pichações… respondo a essa questão no artigo seguinte já tratando a questão do ponto de vista libertário, desta guerrinha de propaganda ideológica:

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store