FHC, Gilmar e Temer almoçaram juntos no palácio do Jaburu…

Qual será que foi o prato principal? Ou melhor, quem?

Mais uma para o Livro de receitas do canibalismo político 2015–2016: mil e uma maneiras de preparar um presidentes da república.

Dilma foi fritada e servida quente. Já Temer, está sendo cozido em fogo brando, e se continuar bonzinho e dando um bom caldo (Pré-Sal, PEC, etc…) só vão servi-lo mesmo frio- depois de 2018.

Aliás está a melhor chance dele escapar deste caldeirão ou até virar a mesa. Esperar que depois de assarem o Lula e o PT que o fogo esfrie, e até se apague (leia-se: seja apagado).

Cada vez duvido menos que o fogo da Lava-Jato não “se apague” depois do PT. Mas deixo a pergunta no ar: e o fogo da população? vocês acham que esse vai diminuir ou aumentar se a coisa parar por isso mesmo?

Seria o PT um bode expiatório tão grande para servir todo esse povo? Será que vai caber na buchada toda cheia e estourada de podre desse bode, ainda mais a culpa pelo crime dos outros?

Que a aversão ao PT conseguiu superar a da classe política, isso é um feito inegável (de ambos). Mas daí supor que essa aversão irá resumir toda insatisfação e saciar todo esse o povo, aí, já é pressupor demais.

Eles apostam que sim. Eu aposto que não. Mas quem decide é quem vai engolir (ou não) a farsa.

Canibalismo político: E aí vai um Temer mal-passado? Não, obrigado eu só como carne vermelha.

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store