ERRATA: CALMA, PESSOAL. REITERO, O ÚNICO VOLUNTÁRIO EM CASA SOU EU. E SÓ EU. E AINDA NÃO FUI CHAMADO.

ACHO QUE NÃO ESTOU SABENDO ME COMUNICAR CORRETAMENTE ENTÃO O QUE FAÇO? PEÇO PERDÃO A TODOS. E CORRIJO. (UM COMPLEMENTO SOBRE O ENCERRAMENTO DESSE PERFIL.)

Image for post
Image for post

Disse que não escreveria mais nenhuma nova palavra. Evidentemente: errei. Corrijo então. Mudo a linguagem (e a língua) os canais, as pontes. Desta vez eu acerte a mão, e que finalmente seja o meu último escrito.

CARTA ABERTA A OMS, ONU E A TODAS UNIDADES DOS “ESTADOS UNIDOS DO BRASIL”, UMA FEDERAÇÃO

Eu, Marcus Vinicius Brancaglione dos Santos, coordenador do projeto de pagamento da Renda Básica Aplicada do ReCivitas em Quatinga Velho (Mogi das Cruzes, São Paulo, Brasil), brasileiro, nascido em SCS, RG. CPF reservista, declaro de livre e espontânea vontade e consciência que sou voluntário para prestar serviços voluntários, dentro ou fora da minha formação, qualificação e experiência, em qualquer epicentro da Pandemia. Seja nas fronteiras do Brasil ou fora. Na Linha de Frente. No Treinamento de Pessoal. Identificação das Pessoas em Estado ou Portadoras de Carestia Vulnerabilidade ou a Margem da Proteção Social. Planejamento e Execução de Pagamento De Renda Básica Aplicada nessas Comunidades, sejam em áreas Urbanas, Rurais Ou Florestais. Em guerra ou não. Junto à povos nativos, indígenas, ou refugiados, marginalizados, ou não devidamente identificados ou protegidos.

Independente da convocação. Reitero, todos as publicações, papers e livros divulgados via minha pessoa a respeito da experiencia da Renda Básica em Quatinga Velho, estão por meio deste comunicado colocados no que concerne a minha exclusiva vontade, propriedade e controle exclusivo, desde que não prejudique nenhuma outra parte interessada ou terceiros, em domínio público, direta ou indiretamente. Incluso:

Os códigos da plataforma de e-democracia denominada Governe-se. Que efetua a triangulação entre as pessoas carentes, os provedores de conhecimento, e o financiadores.

Os Estatutos do Fundos de Investimento da Renda Básica Garantida (“equity”) desenvolvidos em parceria com voluntários da Credit Suisse Hedging-Griffo, Mattos Filho e nossos colaboradores.

Experiência

Fundador do Instituto ReCivitas (2006). Planejamento, Elaboração, Desenvolvimento e Coordenação de projetos e tecnologia social: Basic Income Startup, Governe-se. RobinRight.

Ministrante do Curso de Extensão “Renda Básica e Empreendedorismo Social” na Universidade de Santo Amaro (UNISA), 2013.

Ministrante do Curso de “Associativismo e Redes” no IATS, Instituto de Administração do Terceiro Setor, 2012.

Colaborador do Caderno de Empreendedorismo Social da Folha de São Paulo, 2012.

Ministro e Fundador da Associação Religiosa sem Fins Econômicos “Sagrada Liberdade”, 2013.

Embaixador no Brasil do Seasteading Instiute, 2015.

Papers apresentados

X ISTR International Conference (Johns Hopkins University), Siena, Itália, 2012.

XIV International BIEN Congress, Munique, Alemanha, 2012.

Estudo Da Renda Básica Para O Principado Da Pontinha. E para comunidades e territórios livres e independentes, 2017.

Palestrante Convidado:

Goetheanum -Social Forum Networking Conference, 2015.

ISCTE — Instituto Universitário de Lisboa, Portugal, 2015.

CEU — School of Public Policy at Central European University, Budapeste. 2015.

CCFD — Terre Solidaire, França. 2015.

Keynote speaker World Social Forum, Montreal, 2016.

Oxford University, Inglaterra — 2012.

XIV International BIEN Congress, Munich — 2012.

Leuven University, Bélgica — 2012.

TEDxBologna 2011. Itália — 2012.

Sophia University, Tokyo, Japão — 2010.

Karlshure University, Alemanha — 2010.

Fundação Getúlio Vargas, Brasil — 2009.

Formação

Bacharelado em Filosofia, USP- São Paulo (inconcluso)

Bacharelado em Pesquisador Ciências Moleculares, USP -São Paulo (inconcluso)

Educação Física FEFISA — Santo André (inconcluso)

Técnico em Informática Industrial, Escola Técnica ETEC Jorge Street. — Centro Paula Souza. (jubilado)

Ok? Fechou? Deu para entender? Não? Explico.

Ninguém foi convocado. Ao menos não aqui em casa. Não eu infelizmente. Por mais que eu tenha me colocado a disposição. Mas muita gente preocupada com a Bruna, que é formada em biologia perguntou sobre o tal edital do governo se ela foi convocada. E nem será. Calma gente. Isso é um problema de falta de comunicação. Parte do governo. E da nossa parte que preservamos nossa intimidade, não evadimos nossa privacidade. Nem ela nem meus filhos vão a lugar nenhum, não separados. Ela é mulher e o homem da casa. É indispensável. É a mãe dos meus filhos, ninguém tira ela deles, nem eles dela. Não nesta casa, não enquanto eu estiver vivo e respirando. Ok, isso não é tão difícil de acontecer, nem de fazer. Não ando armado. Nem vou atacar ninguém. Isso não é uma ameça velada a ninguém, que tenha que cumprir seu dever, não é hora de bravatas, nem bobagens. Mas de muita calma, inteligência e união, comunicação, cooperação e união de todas as partes. A hora que cada um dá o melhor do que tem, para quem mais precisa de você sem abandonar ninguém conforme suas possibilidades. Senão tudo pára e quebra, com decisões imbecis.

É por isso que o voluntário da casa sou eu. E não é para cavar minha própria cova nem a de ninguém, mas para salvar vidas pagando renda básica de verdade, incluso para as pessoas que vocês nem sabem quem são ou onde estão. E rápido. Porque ninguém faz milagre. Nem junto, quanto mais sozinho. Porque quando o jogo está 10 a zero aos 45 do segundo tempo não adianta tirar todos que sabem jogar da reserva, que eles não vão fazer o que precisava ser feito não só antes de começar o jogo, mas antes de começar o campeonato. Lá atrás nas equipes de base: formar os jogadores. Algo que demora uma geração. 10 a 20 anos para estudar e construir. E 10 a 20 minutos para destruir com armas ou canetadas erradas nas horas mais difíceis. Principalmente a pior delas, a hipocrisia e inercia.

Então não, não fiquei idiota. E não.

Ninguém aqui está querendo bancar o herói. Nem o otário. Fazendo bravata ou chamando ninguém de covarde. Respeito, e respeito muito o instinto de autopreservação de quem não quer ir para a vanguarda. Isso é um direito inviolável. E é por estas pessoas que quero me dar para quem amo. A começar pelos meus filhos e a pessoa que eles mais precisam nesse mundo junto deles nessa hora: a mãe deles. Machismo não? Senhores novamente solidariedade e inteligência e um mínimo de dignidade. Se um homem não presta nem para isso, nem nessa hora, não serve para nada mesmo. É o inimigo público não só das Nações, mas de toda Humanidade. O covarde número 1. E eu não sou.

E outra. Todo meu respeito. Aos pai que ou a mãe solteira que está segurando a bronca sozinha em casa. Em enquanto o outro serve na linhas de frente. A mulher e o homem que eu mais admiro formam pai e a mãe de seus filhos. Mas não porque quiseram o ser. Mas o tiveram que o ser. Não estou julgado ninguém. Mas cada um sabe onde serve melhor, a todos. até a E nisso não há conflito. Pode haver agora. Normal. Mas no futuro os filhos se não forem eternamente crianças ou adultos mal resolvidos entenderão. Nem todo mundo faz o quer, faz o que pode. E até o que não pode. Mas tem gente que luta e labuta muito para poder fazer ou não isso. E quem não?

Posso estar quebrado e ter o sistema imunológico de uma pessoa bem mais velha, mas não vai ser eu que vai ficar guardado por deus, enquanto as mulheres vão para a linha de frente. Isso não vai rolar aqui em casa. Não sei em outras casas. E podem me chamar de machista. Mas sei qual é minha responsabilidade e capacidade. Sei o quanto posso ajudar incluso no planejamento estratégico e não vou fugir da labuta nem da luta. Mas não sou idiota. Não vou abandonar minha família ao deus dará, porque não sou um fanático maluco. Nunca usei a vida dos outros como escudo nem cobaia, não vou dar a minha nem muito menos a da minha família para covardes escondidos atrás de mesas que estão a fazer isso, ou sequer nem sabem o que estão a fazer. Agora se é para se sacrificar para salvar vidas, vou para a vanguarda e para o epicentro, sem olhar para quem estará ao meu lado, o que fez no passado.

Agora não querem nada senão que fiquemos quietos em casa e trabalhando? Muito ajuda quem não atrapalha e não fica cornetando? Ótimo. Foi por isso que encerrei o perfil. E estou fechando de novo.

Ninguém pode ser obrigado a sair da sua própria casa para cavar sua própria cova, enquanto isso não vou chamar ninguém de covarde pois não sabem o que estão fazendo, até porque não querem fazer de verdade, batem cabeça. Mas se tenham certeza. Absoluta. E nisso todos que estão de verdade, amigos de verdade preocupados conosco. Especialmente com a Bruna, e meus filhos, que ninguém vai separar nenhuma mãe dos seus filhos, não nesta casa, não enquanto eu respirar. Para isso vir acontecer o pai vai ter que primeiro sair daqui morto, porque vivo não sai. Só há um voluntário aqui nessa casa. E esse voluntário, não importa o quão fodido esteja. Sou eu. E só eu. Eu não o inimigo público. Mas eu sou o voluntário dessa casa, pronto para deixar todas as diferenças de lado, e trabalhar para dar tudo que eu tenho e resta de mim. Onde foi que eu não fiz entender em atos e palavras? Inclusive mandando mensagens? Para gente que tem contato com o topo e que não coloco nomes aqui porque não é canalha, porque é gente de bem e eu não sou traíra.

Muito ajuda quem não atrapalha. É isso que vocês querem de mim? Ok. Fico em casa. Quieto. Calado. É sempre o que quis.

Jogar meu basquete. Criar meus filhos na minha casinha de sapê. Pagando a renda básica garantida para tantas pessoas que eu puder, quando a banda e até eu passar dessa para melhor. Para bom entender meia palavra basta.

Stiglitz disse hoje “Temos governos que não acreditam em Ciência”. Isso é o óbvio, meu caro. Governos acreditam em governo, em força de fato. Dã. O duro é cientista que ainda acreditam em governos. E pregam esse tipo de solução ad hoc numa hora escura como essa. Por favor. O general assim como anarquista trabalha com o asset, incluso o humano que tem, incluso o seu próprio corpo, seja enquanto soldado de si mesmo ou do cosmo. E isso é o pastor ou ateu que entende a metanarrativa da parábola do soldado romano, que também sabe que o capitulo mais importante de Sun Tzu é justamente o menos citado, o mais incorreto, que antes de querer vencer uma batalha sem sacar a espada, é preciso primeiro entender o espirito da introdução por trás do zeitgeist. Treino. Mas agora não expliquei, compliquei. Fui novamente hermético. Então chega de abobrinha. Eu quero ajudar me chamem. Paz e Amor.

Aliás deixa eu deixar bem claro. Porque depois também. Vem acusar de tudo. Parece brincadeira, mas é sério.

  1. Não, não morri. Essa gente é foda. Pobre, doente é frescura querendo fugir da luta e labuta. Eles são o fim do mundo. Vão ainda se matar e mandar por máscara, mas abrir mão nem para dar adeus. Necrófagos.
  2. Não, não estou feliz. Porque tudo que previ. Aconteceu. Nossa que felicidade. Deixa eu comemorar que a renda básica vai sair. Nossa como eu sempre fui mais esperto que todo mundo… votem em mim para rei dos mortos.
  3. Acreditem se quiserem, se não quiserem, eu não vou ficar exibindo feito um pavão misterioso. Não vou tirar o meu da reta. Nem vou colocar do jeito errado.

Não vou matar gente atacando, ignorância, imperícia, omissão, cornetagem, ou intromissão. Eles iniciaram uma ação. Estou na reserva. Não vou atrapalhar, porque o que vale para os outros vale também para mim mesmo. Já dei a saber tudo que poderia dar a saber.

Entreguei de graça todo meu conhecimento.

Me coloquei a disposição para trabalhar de graça para quem quer que seja fazendo o que eles não fizerem nos últimos 12 anos.

Entendam quando em 2010 surgiu os projetos de Renda Básica haviam só dois Otjiviero Omitara e Quatinga Velho, das primeiras somos a única organização do mundo que ainda paga uma renda básica no mundo. Muitas outras não saíram do papel, outras encerram conforme o planejado, outras nem tanto. Simplesmente não só o mais antigo projeto de renda básica não emergencial, mas garantida, mas o mais longevo ainda que renegado e sabotado pelos cotovelos doídos no Brasil e mundo afora. Enquanto eles ainda discutiam como pagar, nós já havíamos pago em média 1000 reais para cada família. Poucas. Tantas quanto temos capital. Mais capital. Mais famílias. E não estamos pedindo dinheiro. Estamos dando a tecnologia o modelo!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Querem que eu desenhe? Cante, dance?

Veja. As pessoas tem medo da renda básica porque acham que vai aparecer Estado tributário a lá robinhood que irá fazer resolver seus problemas. Ou um ultra rico ou que encarne ele tal persona e seu bando. É possível? Claro que é. Isso resolveria? Um sistema redistributivo de rendas ou propriedades resolveria o problema? Não. O dinheiro é ferramenta, seja da solidariedade e liberdade ou inverso. Se um grupo de bilionários ou estadistas bonzinhos tentasse gastar, distribuir toda a sua fortuna ou erário em redistribuição de renda, no instante seguinte a desigualdade cresceria a razão anterior. E vice versa. Isto é: Nenhum bando de estadistas ou financistas jamais conseguiria sustentar o jogo se as pessoas não buscassem exatamente a mesma coisa que eles. Dinheiro? Não transferir externalizar custos sociais e responsabilidades humanitárias, para faturar em cima de direitos e liberdades alheias.

Não é a redistribuição forçada que vai curar. Porque não são os tributos em si o problema. Logo não podem ser a solução. É a ação social. Ou falta.

Porque assim como nenhuma fortuna pode solucionar sozinha o problema, também sozinha não pode causá-lo. Pelo contrário, o que mata a sociedade é assumir ambas as coisas que eles sejam o problema do mundo ou a solução. Não são nem um nem outro. Nem o Estado é o problema nem a solução. Nem o mercado é o problema nem a solução. Mas pensar que eles assim o são é todo o problema porque acultura, descosmopolitiza, mata, infantiliza, aparta, desemancipa e desmutualiza, financeira, econômica uma população cada vez mais dessocializada e eternamente tutelada dependente, desempoderada, inconsciente. O caminho da servo-idiocracia até a auto extinção necrofágica.

Image for post
Image for post

Porém a solidariedade e cooperação organizada em rede ou mais precisamente sistemas de mutualidade e seguridade universal não só pode superar qualquer problema, como prover - leia financiar a previdência, seguridade e o desenvolvimento de qualquer solução, intelectual quanto material. Cifras mensuram o valor da confiança. Onde o valor é zero. Não existem meios fiduciários. Só o valor de troca do material pelo seu uso para um ou outro. Se comida para quem tem fome, papel, lata ou ouro. Todo o resto, é tudo. É o capital social, a riqueza de uma tribo, de uma nação e do mundo, que se os parasitas macro ou micro derreterem morre não só a economia da tribo, da nação mas a do mundo. Retorna-se para idade das trevas. É o fim do capitalismo. E pode comer suas coins e ficar com suas mascaras porque o comercio e os mercados nacional e internacional já era.

Essa é a chave hierográfica do Futuro. O resto é criptocifragem. É loteria, carne do bau. Desmutualização. Tributo. Golpe. Dizimação. Escatologia Holocausticista. Parafilia. Necrocapitalismo. Não é seguridade. Mutualidade. Bem Comum. Capital.

Não adianta fugir do problema. Quem causa nunca será a solução. Somente quem produz a soluções pode resolver o problema. Quem os causas ou é o problema será o que é. E pedir ou demandar para que não seja. É como pedir para um macaco não comer banana. Quem é o idiota? O macaco ou você? E isso não é uma questão de ser pobre ou rico, estar no governo ou fora. Ser branco ou negro, homem ou mulher. É simples. É uma questão de consciência e responsabilidade. Quem são os adultos que vão assumir e quem se esconder e empurrar a responsabilidade um pro outro até o barco afundar. E quando foi diferente?

Image for post
Acreditem se quiser, ou leiam o livro, tem outras experiências

Sabe o que vai acontecer? Sinceramente não sei. Mas uma coisa já aconteceu e foi em 2009. O modelo de Quatinga Velho já voou. Porque não é só vírus que viraliza. São novos projetos. Então não se surpreendam. Se aparecer Quatingas Velhos…. fora do Brasil. Eles vão começar a ficar cada dia mais e mais parecidos, vão ser copiados. E tem que ser mesmo. Porque essa é a ideia. Sempre foi. Porque nosso negócio é ajudar gente, não importa onde ou quem. Usando incluso a vaidade dos pavões misteriosos da vida, que não se movem se não tiver a cenoura de branco(nem todos amo vocês, meus amigos): um holofote. Um nobel, ou um Oscar (Alias fomos indicados para 2 alternativos, mas não conta para ninguém que não pode, senão não indicam mais [caguei, andei e agora cantei]) Mas e aqui? Aqui vão ficar esses canalhas brigando para ver quem fatura mais em cima dos cadáveres, e já confraternizando e abrindo covas. Agora vaidade e ganancia não basta, é preciso um pouco de inteligencia e ilustração também. É por isso que o projeto para quem não sabe já foi visitado in loco pelo assessor do Macron, que inclusive doou para o projeto.

Aliás, até parece que eu estou ofendendo o cara, não estou. Os amigos públicos ou privados assim como os verdadeiros irmãos não vestem carapuça, entendem o jogo. Manjam do código da programação do jogo da vida.

Respeito é cosmo é política e amizade. É o espirito do jogo.

Image for post
Image for post

Não. Não sou Inimigo Publico. Ou melhor sou, mas só se vocês quiserem. Mas relaxem Bandeira Branca. Paz. Fiquem tranquilos, não se desesperem, vocês vão enterrar ainda muita gente, jovem e velha. Eu não quero enterrar ninguém, nem vivo nem morto. Vou trabalhar com ou sem vocês para que todos, inclusive vocês fiquem e vivam bem e paz, por longos anos. Não precisam nem pedir quanto mais mandar. Sou só mais um jogador que aprendeu a fazer a ponte entre a ruas e as escolas incluso a da vida. Há outros esperando só uma chance ou não vão perder suas chances para dar o melhor da sua vocação para o mundo.

Porque é como o Vicentão já dizia, quando eu sonho, eu sempre sonho que estou na quadra correndo jogando e não no banco…

Aí pessoal que é do CFB, JULIO SECCO, QUATINGA VELHO, ETE J. Street, Vila Palmares, Barrerão, RudeRamos, Street, Alcina, Paranapiacaba, Rabique, Cubatão, Mongaguá, Comunidade Bengali de Roma, Amigos do Japão, Amigos de Colonia, Basel, e porra se esqueci alguém perdão, porque meus filhos estão chamando e querem brincar e não dá mais para ficar aqui…

Otário do homem (EU, né?) que acha que pode advogar por si mesmo, ou carregar todos os fardos sozinhos…

Então MUITA CALMA NESSA HORA. É TEMPO GUERRA CONTRA A DOENÇA. NÃO ENTRE OS POVOS, E NAÇÕES. E PRINCIPALMENTE ENTRE AS UNIDADES DE CADA NAÇÃO. PRINCIPALMENTE ENTRE AS MAIS FUNDAMENTAIS DE CADA UMA DELAS. AS PESSOAS.

NÃO É HORA DE PERDEMOS A CABEÇA, E O JUÍZO, A RAZÃO, E A FÉ, E PRINCIPALMENTE A SOLIDARIEDADE, A CALMA, E A MORAL… PORQUE SENÃO, AÍ, SIM JÁ ERA.

Repito, me chama hein? Mas para ajudar. Tá ok?

Se não tudo bem, continuo ajudando como posso, fazer o quê? aqui só jogando o meu jogo. Mas não se esqueçam criançada: crossover, skyhook, e air reverse, tudo que disserem para você que é só sorte, é mentira, o cara que mete bola até de costas, não joga a bola para cima, fazendo loteria, é treino, muito treino, e prática. Horas e mais horas. Física, matemática, Parábolas, paralaxes. A ciência dos Pontos futuros, você não precisa ver nada, só um ponto fixo, e nada mais nada menos, o alvo. Tudo se move, mas o alvo está lá. A cesta. Você, se move, o adversário, se move, os aliados, a torcida grita, os técnicos gritam sua estratégia, mas goal, o ponto futuro não, lá está ele esperando para que leia e escreva a trajetória até ele, basta cabeça com a diversidade e multiversidade das n-versões do seu repertório das provisões e improvisações, o formal e informal, o que está no gibi, e o fora, adversários com seus movimentos das pressuposições, as posições e trajetórias são só detalhes, porque quando eles virem já estava escrito. Já era.

PS:

Quanto ao bendito ou mal escrito edital ISSO É SÓ MAIS UM PROBLEMA DE COMUNICAÇÃO E ASSIM DEVEMOS TRATAR ATÉ QUE SE PROVE O CONTRÁRIO. DE PREGAR PARA SE PREPARAR PARA O PIOR E ESPERAR O MELHOR NINGUÉM NUNCA MORREU, SÓ DO CONTRARIO. NENHUMA UNIDADE DA FEDERAÇÃO ESTÁ DIZENDO QUE VAI SEPARAR A FORÇA AS MÃES DOS SEUS FILHOS. (Nem tão pouco o contrário, até porque não SERIAM LOUCOS. Porque NA PIOR DAS HIPÓTESES CAUSARIA UMA GUERRA CIVIL, NA PIOR O GENOCÍDIO DA NAÇÃO. Mas e NA MELHOR? NÃO TEM MELHOR. ENTÃO CALMA. LEIAM O EDITAL DO GOVERNO FEDERAL. E na Integra.

Ok. (Datas, incluso a do logo acima) Sei que a simbologia é importantíssima, por sinal e sinais, na comunicação ajudam nada. Ainda mais agora que de concreto só começaram mesmo a cavar covas. Ok. Sei que pedem para não espalhar o panico em palavras, mas os espalham em gestos inclusive com informação conflitantes e no topo que é a pior forma de autossabotagem, pior que o próprio blecaute. Equador.

Mas vamos a letra fria. Para manter a cabeça fria, tentar esfriar as cabeças. Embora essa não seja a minha especialidade. Por isso mesmo havia desligado o perfil. Mas sem problemas, o problema é de encanamento? A gente encarna o encanador.

Não convocaram ninguém para servir, mas para ser instruídos. Um tiro de guerra virtual. Quem? os formados? Não. Os Sindicalizados? Não? Os devidamente (abro aspas) “subordinados aos respectivos conselhos de fiscalização da profissão”. Ou seja, se estivessem convocando advogados não seriam os bacharéis em direito, ou deste ou daquele sindicado, mas os caras que tem a carteirinha da OAB, e com ela em dia. E só eles. Biólogos? Com o CR-Bio. E quem não tem CR-BIO. Para o bem e para o mal até segunda ordem não pode exercer a profissão, não é biólogo. Agora pode até ser que eles permitam. Mas imagine que não fosse uma emergência médica, mas jurídica. E que eles tivessem que chamar todas as pessoas que não tem OAB, para exercer a profissão, num enorme mutirão para salvar vidas que vão ser perdidas nos arcabouços da burocracia e labirintos da justiça. Imagina se dá certo. E eles descobrem que essas pessoas podem exercer a profissão sem essa chancela.

Digamos assim que será um problema quase tão gigantesco quanto 11 milhões (aproximadamente de pessoas) de miseráveis que dependendo da metodologia empregada podem sumir tanto do mapa dos dados de fatos para todos os efeitos demostrativos das pseudo-ciências políticas e econômicas, recebendo de uma hora para outra 600 reais. Ou melhor um problema para determinados setores da industria da miséria e escravidão estato-privada. Porque para toda sociedade, população, especialmente a marginalizada é a salvação da vida deles e de quem vai ser estocasticamente atingido hoje tão evidentemente agora que o novo coronavírus deixou claro como funciona esse mercado não só de apostas contra vida humana, mas de faturar em cima de cadáveres humanos. As finanças e economias do holocausto do necrocapitalismo. Uma join venture entre Estados e Megacorporações. E todo mundo achando que era uma questão de ideologia. A culpa é dos comunistas chineses, não dos capitalistas americanos. E se eu te pagar uma mascara 10 vezes o preço do mercado. Foda-se os otários.

Mas peraí que eu vou estudar Ciências Politicas e Economia Politica. Faz me rir. E direito internacional. Fala Feio: “When you have to shoot, shoot, don’t talk” (money, please)

“Mas você só atira em ninguém. Só fica falando e distribui dinheiro.” Exatamente. Ou quase. Não atiro em ninguém. Perfeito.

Mas não fico falando e depois atiro dinheiro. Primeiro atiro dinheiro depois falo. Só para garantir. Vai que alguém atira primeiro…

Salvo é claro que não queiram atirar… digo $$$$$

Entenderam porque é tão difícil desburocratizar as coisas, ou porque o tempo e espaço e realidade e interesse da bureau, ou mídia não é o mesmo do intermediado?

E como diria o cearense que virou gaúcho, não atirem em mim que sou apenas o cantor, mas se forem, que seja por causa da piada. Porque não levo a sério que se leva a sério demais.

O DESMINISTERIO DA DOENÇA ADVERTE, ESSA É UMA MENSAGEM PATROCINADA GRATUITAMENTE POR QUEM TEM O REBOLADO MAS NÃO PERDE A POSE, NEM MORTO. E SÓ NÃO PERDE O AMIGO PARA NÃO PERDER A PIADA, PORQUE INIMIGO PÚBLICO NÃO CANTA, DANÇA. MAS MUDINHO É QUE NÃO.

E estou no aguardo. Porque aqui no bairro a gente sabe a hora que não é para sair de casa. Estamos acostumados. Outro dia tivemos que ficar todos de olho porque tinha uma onça a solta devorando umas galinhas do vizinho. Acreditem se quiserem. Porque foi-se a época que eu saia por aí, matando bicho e mostrando o pau. Paz.

Para mim chega de ruído.

He Got Game

(YOU got game)

If man is the father of the son
Is the center of the earth
In the middle of the universe
Then why is this verse coming
Six times rehearsed?
Don’t freestyle much so
I write em like such
Amongst the fiends
Controlled by the screens
What does it all mean?
All this shit I’m seein
Human beings scream vocal javelins
Signs of a local nigga unravelin
My wandering
Got my ass wondering
Where christ is
In all this Crisis
Hatin’ Satan
Never knew what nice is
Check the papers
While I bet on isis
More than your eyes can see
And ears can here
Year by year
All the sense disappears
Nonsense perseveres
Prayers laced wit fear
Beware
2 Triple 0 is near

It might feel good
It might sound a lil somethin
But damn the game
If it don’t mean nuttin
What is game who got game?
Where’s the game
In life?
Behind the game
Behind the game
I got game
She got game
We got game
They got game
He got game
It might feel good
It might sound a lil somethin
But the fuck the game if it ain’t saying nothin’

Damn, was it somethin I said?
Pretend you don’t see
So you turn your head
Race scared of it’s shadow
Does it matter?
Thought are parations
Got em playin wit the population
Nothing to lose
Everythings approved
People used
Even murders excused
White men in suits
Don’t have to jump
Still theres 1001 ways
To lose wit the shoes
God takes care of ol folks and fools
While the devil takes care
Of makin the rules
Folks don’t even own themselves
Payin mental rent
To corporate president
1 outta 1 million residents
Be a dissident
Who ain’t kissin it
The politics of chains and whips
Got the sick
Missin chips and championships
What’s love got to do
Wit what you got
Don’t let a win get to your head
Or a loss to your heart
Nonsense perseveres
Prayers heed wit fear
Beware
2 Triple o is near

It might feel good
It might sound a lil somethin
But, damn, the game
If it don’t mean nuttin’
What is game who got game?
Where’s the game
In life?
Behind the game
Behind the game
I got game
She got game
We got game
They got game
He got game
It might feel good
It might sound a lil somethin
But the fuck the game, if it ain’t saying nothin’

Yeah, that’s right
Everybody got game
But we just here to let you all know
That pe is in full effect
From right now until the year 2000
Hey, yo, my man sing it

There’s something happening, yeah
What it is ain’t exactly clear?
There’s a man with a gun over there
Telling me I’ve got to be ready
It’s time we stop chilling
What’s that sound?
Everybody look what’s going down
It’s time we stop chilling
What’s that sound
Everybody look what’s going down

Hey, yo, these are some serious times that we living through g
And a new world order is about to begin
You know what I’m saying
Now the question is, are you ready?
For the real revolution
Which is the evolution of the mind
If you seek than you shall find
That we all prove from the divine
You dig what I’m saying
Now if you take heed
To the words of wisdom
That are written on the walls of life
Than universally we will stand
And divided we will fall
Cause love conquers all
You understand what I’m saying
This is a call to all you sleeping souls
Wake up and take control of your own seifer
And be on the look out for the spirits tonight
Trying to steal your light
You know what I’m saying
Look what beside yourself
For peace
Give thanks
Live life
And release
You dig me
You got me

E agora fui mesmo, porque já esqueci tudo que aprendi e voltei para o começo e achavamos que podiamos tudo, porque não sabiamos nada… talvez seja só isso…

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store