STF: Entregando de vez o ouro pros bandidos

Cármen Lúcia disse que vai renunciar à presidência do tribunal. Adivinha quem vai assumir…

Image for post
Image for post

E tem gente que apostava que Carmem Lúcia “revolucionária” o “justiça”. Taí o que se pode chamar uma contradição de termos.

A situação me faz lembrar da piada contada por Rorschach sobre a morte do Comediante na HQ Watchmen de Alan Moore.

Image for post
Image for post

E se ela é o Pagliacci, quem somos nós nessa grande farsa? Não sei. Mas, meu amigx , se nem ela que é presidente da Suprema Corte acredita ou consegue fingir que acredita que pode mudar alguma coisa, você tá fingindo acreditar ainda no quê? Tá esperando que saia o quê desse mato cheio de moitas. Pode limpar a bunda com a constituição. Porque eles vão continuar cagando e andando pra ela. Toffoli, Gilmar e Temer e cia? É barba, cabelo e bigode. Déjà vu brabo. Será que ainda dá tempo de eu virar preto-da-casa?

Deixa eu puxar o saco. para ver se cola.

Proponho que a classe política inclusive a togada faça o seguinte, perca a vergonha de vez e declare todos os atos que não estiverem a seu gosto e contento nulos. Melhor: que simplesmente mandem apagar dos anais da história do Brasil os últimos 3 anos. Que refundem o pacto social em cima da hipocrisia. Que decretem como obrigação moral e cívica de todo cidadão esquecer e fingir que não viu não vê e se vê que não fale nada. Que refaçam a constituição para colocar a lei da favelas dominadas pelo tráfico como dever cidadão numero 1.

Será que eu esqueci de alguém? Se esqueci comecei bem. Está é a minha obrigação moral e cívica no novo pacto social.

Vamos fingir que não houve impeachment, Lava-jato. Dilma volta para a presidência. Temer volta para vice. O PMDB volta para a base do governo. Renan à presidência do Senado. Cunha vira de novo presidente da Câmara e faz as pazes com o PT e tudo volta a normalidade. Lula virá Chanceler. Collor, Maluf e Sarney, voltam a ser aliados do grande governo de coalizão. Aécio, Alckmin e Serra podem se fingir de oposição honesta. Todos os processos não são arquivados, são queimados. E voltamos ao Brasil corno e feliz de 2012 e sempre, sonhando secretamente o pelo dia em que cair um meteoro em Brasilia. Enfiamos a cabeça de novo no rabo e o rabo por suas vez entre as pernas. O segredo da felicidade da carne e vida bovina para inglês ver.

Pois não é? E depois ninguém sabe porque o brasileiro quer em ver o circo pegar fogo. Malcolm X explica: O negro-do-campo era espancado de manhã à noite. Ele morava numa barraca, numa cabana; Ele usava roupas velhas. Ele odiava seu mestre. Eu digo que ele odiava seu mestre. Ele era inteligente. Aquele preto-da-casa amava seu mestre. Mas aquele negro-do-campo — lembre-se, eles eram na maioria e odiavam o mestre. Quando a casa pegou fogo, ele não tentou apagá-la; Aquele negro-do-campo rezou por um vento, por uma brisa. Quando o mestre adoeceu, o negro-do-campo rezou para que ele morresse. Se alguém viesse ao negro-do-campo e dissesse: “Vamos nos separar, vamos correr”, ele não diria “Para onde vamos?” ele diria: “Qualquer lugar é melhor do que aqui”.

The field Negro was beaten from morning to night. He lived in a shack, in a hut; He wore old, castoff clothes. He hated his master. I say he hated his master. He was intelligent. That house Negro loved his master. But that field Negro — remember, they were in the majority, and they hated the master. When the house caught on fire, he didn’t try and put it out; that field Negro prayed for a wind, for a breeze. When the master got sick, the field Negro prayed that he’d die. If someone come [sic] to the field Negro and said, “Let’s separate, let’s run,” he didn’t say “Where we going?” He’d say, “Any place is better than here.” You’ve got field Negroes in America today. I’m a field Negro. The masses are the field Negroes. When they see this man’s house on fire, you don’t hear these little Negroes talking about “our government is in trouble.” They say, “The government is in trouble.” Imagine a Negro: “Our government”! I even heard one say “our astronauts.” They won’t even let him near the plant — and “our astronauts”! “Our Navy” — that’s a Negro that’s out of his mind. That’s a Negro that’s out of his mind. — Message to grassroots,Malcolm X, 1963

Não sei porque, talvez seja só fé, mas ainda acredito que mais hora menos hora o ventos vai começar a soprar com mais força… e na direção certa.

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store