Enquanto a esquerda briga por quem vai vai aparecer mais e melhor na foto como o pai e donos dos pobres…

O mundo vai indo para frente… vale a pena dar uma olhada geral…

mas dentre as principais novidades destaco o novo projeto piloto que vem aó em Uganda…

https://www.brasil247.com/pt/247/sp247/276396/Esquerda-erra-ao-subestimar-Jo%C3%A3o-Doria.htm

Qual esquerda cara-pálida?

“Nóis” no ReCivitas estamos na luta. Agora “nóis” Brasil… é isso aí que você leu nas matérias. O debate tá nesse nível aí dessas matérias que eles a-do-ram. Veja que estou falando em debate e não das ações concretas!!! Não pedimos por menos papo e mais ação, tai, Menos papo e mais “ação”…

É a pobreza da pobreza politica que tanto interessa a quem não quer mudar nada. A demogogia que sai da retoria para entrar como práticas de gestão públicas.

É por isso que dentre meus piores inimigos, Suplicy até é meu melhor amigo…ele pode ser até ser demagogo e doido, mas não é trouxa e nem facistóide. Demoro, mas já abriu os zoío.

O vereador Eduardo Suplicy (PT) afirmou em sua página do Facebook que o decreto muda “as regras na apreensão de pertences, como colchões, cobertores e papelões, da população em situação de rua e põe fim à necessidade de diálogo prévio com elas”. “Estaremos atentos aos efeitos práticos dessas mudanças na vida das pessoas”, diz o texto.

Doria não explicou por que suprimiu o trecho que proibia a retirada de “itens portáteis de sobrevivência”, como papelões e colchões, mas disse que isto não acontecerá. [grifo meu]

Ah bom… ufa, então se o Doria Junior falou tá bom tá falado, quem é que precisa de lei que freie os governantes não é mesmo?

Mas veja que ele pode não ter explicado nada mas disse tudo:

“[O novo decreto serve] apenas para preservar legalmente o direito da GCM [Guarda Civil Metropolitana] de poder ajudar as secretarias de Desenvolvimento e Assistência Social e de Direitos Humanos e Cidadania para não haver a ilegalidade do ato. Jamais retirar pertences ou cobertores dessa população, mas ajudá-los, auxiliá-los, abrigá-los. É isso que nós vamos fazer(…)”

Decretos para preservar o direito dos guardas de ajudar a assistência pública da população??? Sabe em que regimes não são os cidadãos que tem o direito de ajuda e os guardar o dever. mas os guardas o direito de ajudar e portanto o cidadão o dever de se deixar ser ajudado? Pois é, adivinhou, lá mesmo. Mas não adiante demonizar o Junior não porque ele é uma legitimo filho da fina flor da pátria brasileira que nem acha que mendigo é gente, que dirá cidadão. Perto deles esse a burguesia de direita e esquerda são santos, amém.

Por isso nem venham me falar (e ninguém até agora veio mesmo, é só uma força de expressão) que estou participando da propaganda da esquerda contra do Dória, porque eles se difamam por conta própria, juntos ou sozinhos.

Image for post
Image for post

Enfim. quer mesmo sair dessa miséria política?

Quer uma renda básica de verdade no Brasil inteiro?

Então recomendo que reze o primeiro mandamento do manual de sobrevivência do brasileiro que segundo Carlos Drummond é mais ou menos assim:

“meu deus, me salva de meus salvadores que eu me salvo sozinho.”

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store