Eleições Gerais e a (re)pactuação de Fausto 2

Eles são sempre os salvadores da pátria. Resta saber da pátria de quem

Image for post
Image for post

PARTE II

Responda rápido:

1. Se só sobrassem o partido do Sarney e o do Dirceu como as almas mais cândidas da política brasileira, o que você acha que aconteceria: teríamos os eleições gerais ou seriamos forçados “a escolher” entre eles?

2. Se ou quando não sobrar nenhuma instituição, sem grampo, denuncia, deleção; se até o STF (imagine!), for ou estiver envolvido nesse mar de lama, o que você aposta: Em mais democracia, ou mais autoritarismo? Democracia mais direta ou ditaduras mais descaradas?

Meu amigo, no Brasil eu não sei quem ganha as eleições, mas sei quem nunca leva, mesmo se ganhar: o resto do povo. Não importa nem que o poder esteja entre é um Hitler campineiro ou um Stalin suburbano,democracia de verdade jamais.

Para eles, qualquer um serve, qualquer tiranete, desde que não haja eleições diretas, ou melhor desde que todas eleições estejam devidamente marcadas para jamais escolher nada além deles.

Qualquer partido ou político serve desde que sente em cima da verdadeira democracia, desde que ocupe o lugar do povo, e roube a plenitude de direitos civis e soberania popular com a arrogância de quem tem a certeza de que é o dono desse direito.

Mas e se você me perguntar: E os outros partidos?

Te respondo: Quais? Os que estão aliados “estrategicamente” há um lado ou outro ou denunciados junto mesmo? Qual partido ou político não tem o rabo-preso ou não pertence literalmente a sua “classe”?

Está cada vez mais claro não é apenas a Lava-Jato que eles estão disposto a tudo para parar, é toda e qualquer tentativa de emancipação popular. E não só as brasileiras não, mas mundo afora. Entre o mínimo risco do povo levantar a cabeça de dizer: Não! Entre ter que lidar como um povo livre de trabalhos forçados e do supremacismo político ou com qualquer oportunista limítrofe ou até mesmo extremistas nacionalista religioso e miliares por mais desequilibrados e genocidas que sejam vão preferir sempre com os genocidas.

O povo, esse mito, é o leviatã dos tiranos. E entre mais liberdade popular ou qualquer tiranete- Maduro ou Madurete, mister Trump ou miss Clinton, ou Don Corleone ou bispo tropical — adivinha qual é a escolha de quem vive muito bem bem servido e acobertado pelos privilégios legais (ou nem tão legais assim) do capitalismo de Estado Corportativista?

Sim, é esta mesmo. E se essa falhar nada, sempre haverão malucos altamente vulnerável a propaganda de ódio para fazer o serviço sujo e meter bala em alguém. E depois os caras acham que a lavagem cerebral só é feita em Guantánamo. “Sai que é tua, Tafarel.”

Evidentemente que as oligarquias do mundo afora tem seus queridinhos suas dinastias e canalhas favoritos. Eles não precisam nem de títulos de nobreza para se manter alternado no poder, são todos não apenas ligados por laços de classe, mas quando não evidentes membros da mesma família são descendentes de clãs que só se unem para reproduzir de fato ou politicamente entre o da sua gene. Raros são os estranhos no ninho, como aquele pobre coitado que faz sucesso do nada, enquanto milhares tombam tentando passar pelo mesmo funil. Serve mais para disfarçar a aristocracia como se fosse meritocracia do que qualquer outra coisa.

É por isso que nada, do impeachment ás eleições gerais, passando é claro pelo próprio governo em si, nas mãos deles, deixa jamais de ser um permanente um golpe do Estado contra os povos e a liberdade.

Cai Dilma e o PT? Entra Temer e PMDB. Cai PMDB e Temer? Volta a Dilma e o PT. Cai de novo. Que venha coisa pior, até que um fique. Não eles não querem nos vencer pelo cansaço. É obvio Eles sabem que se ela voltar ou outro dos denunciados vier a assumir o poder se as investigações não forem paradas vai acabar caindo. Eles não são idiotas.

Eles sabiam que o PMDB estava envolvido até o pescoço e sabem que mesmo que se o PT voltar ele vem para ser denunciado e cair. Mas entre um e outro governo disposto a tudo, eles esperam emplacar primeiro emplacar sua agenda: qual agenda? Ora este, que Temer está tentado implementar e que não por acaso é exatamente aquele que derrubou a Dilma, o programa do PSDB que ela denuncio quando candidata, e pôs em pratica sem nenhum pudor ou explicação com seu menino do Bradesco, e que volta com a incrível cara de pau a denunciar.

É por isso que ela não assume nenhum compromisso com as Eleições Gerais, essa gente não assina em baixo o que fala e mesmo quando assina descumpre. As eleições gerais na mão da velha esquerda deles são como o impeachment da mão da velha direita um golpe entre velhos inimigos muito mais do que amigos.

É por isso que eu apoio esse eleições gerais incondicionalmente, não preciso pedir que ninguém fique ou volte pelo contrário se não for eleições gerais para se livrar deles o que é senão um engodo?

Não fica Temer. Não volta Dilma. Fora Todos. Plebiscito para diretas já com certeza, mas sem eles. Nem eu mais aguento tanto escrito panfletário. Mas o quê posso fazer? Como trabalhar com tranquilidade pela Renda Básica e Democracia Direta ou simplesmente viver minha vida em paz sem me livrar desses sabotadores políticos?

Na verdade, mais importante não é impedir que eles usem o plebiscito como chantagem e negociata, isso não temos como, Mas fazer pressão para que uma vez aprovado, todos esses partidos e políticos investigados (presos ou não) estejam impreterivelmente afastados do poder para não interferir nas novas eleições e contrabandear seus esquemas num “novo” governo. Ou pior se infiltrarem numa outra Nova República como fizeram os “filhotes da ditadura” e seus aprendizes com a atual. De políticos da Arena, para caciques do que fora o MDB.

De qualquer forma precisamos estar preparados. Porque com Temer trabalhando tão bem para cortar as próprias pernas, e as diretas já continuarem indo nesta direção, como refém da chantagem desses terroristas, o PT pode mesmo voltar ao poder mas eleições gerais, nem que seja para como a gangue do PMDB. Para cair denunciados ou ir ficando blindados por alguma medida nem que seja só protelatória ou paliativa do STF.

Não importa o partido deles, só nos livramos se forem retiradas suas prerrogativas e privliegios e eles foram presos. De Brasilia essa gente só sai de camburão e se não mudar nada volta para fazer mais e pior, com ensinam Collor e Maluf.

No fundo não importa quem venha a assumir o poder, seja como impeachment, eleição, ou coroação papal, sem forcinha do STF para livrar o elemento do B.O. ele vai cair.

Ora, mas então o que eles querem com tudo isso então? Ganhar tempo para quê afinal? Só pode ser para uma coisa: virar a mesa. Seja ficando com Temer, seja voltando com Dilma, ou com quer que venha da eleição geral (se ela for fajuta, leia-se deles, para eles). Tudo o que eles querem é ganhar tempo, para restabelecer os arranjos e forças e contra-atacar, e modo que sejamos obrigados a engolir esses mesmos políticos partidos e esquema criminosos. Engolir não só todo o sistema, mas todos os esquemas e até mesmo os mesmos nomes nos mesmos cargos!

Eles não são idiotas eles não querendo só desfrutar mais alguns meses dos privilégios e benesses do poder. Eles estão articulando para fazer a unica coisa que poderia ao mesmo tempo salvá-los da cadeia e preservar suas pilhagens e domínios: Eles estão se reagrupando para vencer a guerra institucional com a Justiça, reenquadrar juízes e promotores e colocar a policia fazendo bem longe dos peixes grandes, fazendo o que serviço sujos deles contra a população sobretudo a mais carente logo mais em tese (isto é, sem repressão) a mais “vulnerável” a revolta.

Pouco importa a ideologia da quadrilha que assinará o BO do serviço. O que eles estão esperando não o seu novo malvado favorito, não estão esperado que surge seu tirano com força para irá (re)enquadrar a PF e PRG e o poder judiciário. Eles estão esperando é a oportunidade certa para que qualquer um dos bandidos disponíveis possa enfim assumir esse papel. Eles sabem que entre presidentes, ex-presidentes e presidenciáveis, em qualquer um deles há toda ausência de freio morais para fazer o serviço, derrubar a justiça e liquidar de vez com todos para que nunca mais ninguém ouse cruzar seus caminhos.

Dilma, Temer, Zé do Caixão, o Linguiceiro de Diadema, ou até mesmo um Bolsonaro da vida serve, qualquer um dispostos a ir mais longe e fazer o que Dilma e Temer vem tentando sem muito sucesso, qualquer um disposto a dar um passo além para obstruir a justiça e impedir novas manifestações populares terá o apoio das oligarquias que financiam a política. Prova disso é mesmo na falta de qualquer canalha novo, até mesmo os velhos queimados que já estão aí servem.

Isso não é política é Física Clássica, mecanicista mesmo. Eles estão ganhando tempo. O capital que junto com a ocupação do próprio Espaço (sobretudo a monopolização do espaço público) permite mover ou frear qualquer movimento. Estão ganhando o tempo até conseguir fabricar ou reciclar o novo herói da sua Pátria, capaz de mandar a cavalaria passar por cima de quem se manifestar nas Olimpíadas e mandar cassar esse juízes e promotores que não aprenderam que autoridade se baseia no saber com quem estão falando.

Não, não se engane não é esse povo pobre e ignorante que está a espera do salvador da pátria. É a nossa velha e podre aristocracia que está desesperada para inventar um novo, tão adorado como todos e tão mentiroso tirano como qualquer outro É a nossa eterna aristocracia, veladora da nossa escravidão e morte que está atirando para todos os lados e copulando com quem quer que lhe prometa mandar o povo de volta para senzala.

Não meus amigos se você pensa que Brasil é um gigante adormecido porque dorme preguiçosamente em berço esplendido melhor pensar de novo. Precisamos reconhecer os (des)méritos dos Herodes que nos governam: afinal eles de novo só estão esperando o cair a noite para mandar assassinar no seu dormindo em seu berço mais outra nova geração.

Tem gente apostado na verdadeira derrubada o Estado de Direto — e estão se lixando se a será república” dilma-madurana ou um temer-sarneynenta, desde que ela continue a servi-los e acobertá-los. E quem conseguir cumprir seu mandato, cumprir suas ordem e matar mais essa geração, esse ou essa fica. E pode fazer bravata a quiser para seus auditório de esquerda ou direita. Tanto faz.

A criança está morta.

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store