Desigualdade da Alemanha igual a do Brasil? Quê?

Correção: Do Brasil de Ontem, porque a desigualdade do Brasil está voltando a ser igual a do Brasil… do século XIX

https://www.brasil247.com/pt/247/mundo/270465/'Desigualdade-social-na-Alemanha-j%C3%A1-%C3%A9-igual-%C3%A0-do-Brasil'-diz-cientista-alem%C3%A3o.htm

Somos todos desiguais meu irmão. Mas uns são mais desiguais que os outros.

Enquanto no primeiro mundo se caminha em direção à Renda Básica, no Brasil se caminha para o trabalho análogo à escravidão, a escravidão assalariada perpétua onde a aposentadoria só vem depois da morte!

Por isso ele tem razão, a desigualdade cresce pelo mundo, mas cresce ainda mais entre o fosso que separa o Mundo. O primeiro e o resto. É por isso que a Europa e os centros do capitalismo mundial partem para a experimentação da Renda Básica Universal. Enquanto o Brasil e outras periferias do mundo aprofunda ainda mais o abismo da divisão internacional do trabalho- capital. E caminham como gado de abate na direção contrária do processo civilizatório: não apenas precarizando o trabalho, mas literalmente impondo um regime de trabalho assalariado análogo a escravidão.

Chega de eufemismo e preconceitos velados! Isto não é neoliberalismo! É supremacismo! Isto não é desigualdade é segregação!!!

Faz tempo que já temos dois tipos de seres humanos discriminados e condenados pelo berço: a grande maioria que nasce condenada a trabalhar e os poucos privilegiados que nascem com direito a uma renda garantida. Hoje esse direito a renda é só de alguns poucos particulares que detém o capital, amanhã será um bem comum, mas não de todos. Só dos cidadãos do primeiro mundo. Nunca para os povos e raças inferiores: latinos, orientais, negros e índios. Os povos mantidos nas senzalas do mundo num processo chamado globalização, um eufemismo para a velha e boa (para eles) colonização. Povos mantidos em condição servil sobretudo por seus governos, igrejas e elites locais vendidas e corruptos que vendem seu próprio irmão, e até a mãe, em troca das sobras na mesa dos mais ricos e todo poderosos.

O Brasil e outros países periféricos cujos governos são meras feitorias a serviço do capital mundial, estão na contra mão da história da humanidade e humanização. Por isso, vou repetir a denuncia para que não haja dúvidas:

Nossos governantes não são só bandidos comuns, ou tiranos ordinários. Nossos governantes não passam de traficantes de escravos do seu próprio povo e recursos naturais. Nunca passaram. E por isso nunca fomos, mesmo sendo um país rico, uma nação livre.

Enquanto o primeiro mundo caminha para garantir que todos os seus cidadãos tenham direito a uma renda básica independente de qualquer contrapartida inclusive a do trabalho. Nos países subdesenvolvidos- onde sempre se exportou recursos naturais (meios vitais) a preço de banana e se vendeu gente como mão-de-obra a valor menor ainda- agora está a se implantar, de forma ainda mais descarada a escravidão assalariada perpétua, onde a aposentadoria só vem depois da morte mesmo. Onde o condenado além de não poder trabalhar para si, mas sempre para sustentar o lucro de outro, terá que fazê-lo até morrer- e ainda por cima pagar obrigatoriamente também por isso!

Aliás, escravidão assalariada só não. Servidão política também. É Trabalho até a morte e ditadura. Porque você não consegue manter tamanha exploração econômica sem um regime de supressão das liberdades individuais e repressão política.

Ditadura e Escravidão assalariada.

Ou seja: Servidão Política, Escravidão Econômica, e Alienação Cultural.

Esta última então entuchada em nossos corpos a nossa revelia, sem sequer sabermos ou percebermos como os venenos na nossa comida, a poluição no nosso ar e a água. Matando ao mesmo tempo nossos corpos, mentes e antes deles nossa vontade de viver. Doses cavalares de poluição, lixo e veneno vendidos como delicatessen conforto e entretenimento. E tudo isso transmitido ao vivo num reality show. Tudo isso em promoção para você pode gozar (e se desumanizarem) vendo os outros agonizando, sofrendo ainda mais do que elas sofrem todo dia enquanto são atiradas aos leões nesse circo romano moderno, essa sociedade do espetáculo higtech:

Pão e circo para a plebe dos cidadão de primeira classe dos impérios e burguesias das províncias. Chicote e guerra para os escravos das judeias. Ódio aos estrangeiros e adoração aos grandes líderes.

Eis o nosso admirável mundo velho.

Ditadura, escravidão e alienação. Mas pode chamar de democracia, emprego e diversão.

Porque você nasceu no lugar errado, no povo errado, você não é gente. Ou pelo menos não “gente como a gente”. Mas não chore não. Pelo menos agora nós temos de volta uma monarquia. O Renan não é bonito nem tem finesse de um Príncipe Charles, mas o Brasil tem o quê? Só 500 anos? Quanta impaciência… Dá uns 500 anos para esses LandLords no poder para você vê se eles não viram uma bela e grande família real, tipo européia. Agora, vê se esquece de vez esse negócio de renda básica e democracia, porque isso é coisa de burguês. E burguesia é uma coisa muita bárbara, revolucionária, muito plebe. O Brasil é real, é aristocrático, tem deus no coração. Não viu o que eles fizeram na França? Aqui, não precisamos de revolução nenhuma não, viu? Nem socialista, nem burguesa, nem industrial. Imagina… o negócio é Brasil Colônia mesmo! É Agronegócio! Desmatar, grilar e escravizar… Nunca ouviu falar da lei da oferta e procura, não? O que os olhos não vem o coração não sente. Gringo quer, mas não quer saber como. Nossa vocação é prover. Isso é Brasil. Dinastia, feudalismo, escravidão, e ferro muito ferro nesse povinho vagabundo. E você? Tá pensando o quê? Que estamos em Paris? Quanta insolência… não tem conta pra paga não? Pelo jeito, anda com muito tempo livre né? Pra fica lendo texto subversivo. Vai trabalhar vagabundo!!!

Image for post

Referências:

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store