Todo mundo já sabe o que não pode acontecer, quem tem sair e o que não pode voltar. É público notório o que precisa ser feito, só falta coragem e inteligência de quem está comanda de fato o país, entenderem que se insistem no seu modelo falido e corrupto, não vão perder só seu anéis de brilhante mas os dedos. E isso não seria ruim, se quem não tem nada, não fosse perder ainda mais com o caos que vai se instalar com a protelação do inevitável:

O governo Temer não vai cair ele já caiu. O que está se instaurando explicitamente no lugar dele não é nem ditadura onde a corrupção e violação dos direitos humanos corre solta nos porões do DOPS é uma tirania de gangsters onde a corrupção e violação é a lei e corre solta explicitamente nos 3 poderes!!!

Logo não podemos permitir eleições indiretas porque sairia, bandido, para de novo como já aconteceu, entrar bandido pior. Não poderíamos aceitar eleições com candidatos e partidos envolvidos em corrupção porque isso seria fazer eleição do novo gangsters da republica dos ladrões. Que só ficaria em pé se acabasse de vez com as investigações e justiça em todas as instancias. O que fazemos por lógica, meu caro Watson, é obvio, eliminado o impossível, você fica com o necessário e verdadeiro, mesmo que improvável:

Segundo o cientista politico Chapolin Colorado, quando pergunto “Oh, e a agora que poderá nos defender?”. Ele me que não é populista, nem um super-homem nietzschiano me disse o seguinte:

Image for post
Image for post
  1. Eleições Gerais e Diretas Já! Pra já, não. Pra ontem, o estado de exceção já foi instalado a partir da “juris(in)prudência do caso Renan” cada dia que se adia para ver se os bandidos escapam e empastelam a imprensa e a justiça de vez, mas o pais caminha para uma ditadura velada ou explicita.
  2. Ficha Limpa em todos os candidatos e partidos. Se é para colocar quem vai cair ou manter a bandidagem lá, traz de volta a Dilma, ou o FHC, ou põe logo o Sarney de uma vez, que em matéria de gerenciamento de politica criminosa é mestre dos magos.
  3. Inicia-se imediatamente plebiscito para definir em caráter MANDATÓRIO os termos da reforma politica e constitucional o que os novos legisladores e presidência terão que elaborar. E que deverá ser referenda pela população.
  4. Sendo que dos termos o primeiro e mais importante é o seguinte: se não for referendado. Se não legislar de acordo com os termos determinados pela população: FORA.

5. Propostas de leis que violem direitos fundamentais poderão e deverão ser levadas ao STF por qualquer cidadão. O qual já sem a pressão dos bandidos atuais serão decididas de acordo com a constituição. Isto é, se eu não estiver querendo ser muito ingenuo.

E pelo amor de deus, não me venham com esse papo de que não é legalmente possível, porque se o Renan ou gente mais graúda mandar vocês peidam cantando a nona de Beethoven. Se liga malandragem, porque fora, isso… bem fora isso…o que teremos tudo mundo sabe até mesmo vocês, só ainda prefere continuar não acreditando.

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store