Crime ou Golpe de Estado? (Parte 2)

“se eu posso derrubar um chefe de Estado, por que não posso intimidar e encurralar juízes?”

Image for post
Image for post

Ora mas como pode o cidadão desacatar uma autoridade que renuncia ao seu posto. Como pode cometer o crime de desobediência civil o cidadão e o agente publico que não obedece quem não é o poder legítimo constitucional mas um usurpador. Com que lei pode poderá esse Estado Criminoso calar a indignação da sociedade que se não for uma mordaça?

Não, o STF entregou o pais naõ só por causa das maletas do Renan. O problema não é um bandido. É um regime corrompido inteiro que se ancorou nele para salva-lo não só da prisão, mas da queda, da perda de privilégios políticos e econômicos corruptos e criminosos ancientes, que foram tolerados por gerações e gerações. Mas não mais.

Antes de mais nada precisamos. Parar de repetir a bobagem do culto a autoridade que vai nos conduzir ao autoritarismo. Respeito muito dos argumentos de Joaquim Barbosa, como quando ele diz que o impeachment foi golpe e uma palhaçada. Mas rechaço em absoluto a ideia tanto evidentemente falsa, que de bandido e criminosos e que ele mesmo julgou no mensalão precisava ser mantido, senão viria coisa muito pior? Como se não houvesse outra alternativa fora desse lixo corrupto que na verdade compõe não só um mesmo sistema corrupto, mas criminalmente um mesmo esquema criminoso.

O erro não foi tirar Dilma. O erro foi deixar Temer. E ele sabe disso. Porém. E aqui está toda a inversão da lógica autoritária:

A pergunta é como Renan provou é outra:

Se um chefe de qualquer poder não pode ser deposto pelo povo ou nem sequer pela Justiça!!! por que ele e seus capangas não podem “intimidar e encurralar juízes?”, como de fato foi feito? Como de fato sempre fizeram em seus feudos?

É absolutamente patético falar em “abuso de autoridade”. A desigualdade de poder e autoridade já é um abuso em si. democracia é igualdade de poderes e direitos políticos e jurídicos (não vou nem entrar nos econômicos para não abrir polêmica). Não é portanto o abuso do violador e da violação que deve ser regulamentada ou o que é a mesma coisa legalizada, mas o direito absoluto da pessoa humana, com ou sem autoridade, e portanto contra e a revelia de toda e qualquer autoridade e seus abusos, seja ele um juiz, um padre, um senador, coronel ou rei.

A garantia absoluta e incondicional dos direitos humanos já criminaliza todo “abuso de poder e autoridade” por definição e necessidade.

Da mesma foram que você não consegue prender assassinos e sequestradores sem primeiro declarar que a vida e liberdade são sagradas. Você não consegue verificar o abuso da autoridade sem o respetivo direito inviolável sobre o qual ele comete seu crime. Ou você protege incondicionalmente o direito natural a vida e garante o direito legitimo a defesa, ou você automaticamente abre o direito do poderosos definir o que é ou não sua liberdade e o que ele acha ou não acha que é abuso violência e violação, o que por si só é uma prerrogativa que já legitima a resistência e verdadeira desobediência civil e autodefesa.

Logo o erro da cultura e legislação do Brasil foi (e continuando sendo) o oposto: pensar que não temos o direito depor tiranos ou insanos, e pregar a covardia de que temos a obrigação de segui-los e nos jogarmos no poço se eles mandarem. De fato não temos o direito de depô-los… temos a obrigação de detê-los!!! com nós mesmos e nossos filhos.

A falta proposital de dispositivos constitucionais para remover a qualquer tempo não só bandidos, mafiosos, prevaricadores, omissos, incompetentes, chantagistas, e toda a sorte de pessoas que não teriam liberdade na maior das sociedades civilizadas do mundo quanto mais emprego, isto sim é o que constitui o mal. E não finalmente a vontade de uma geração que finalmente acordou e disse não para essa condição abjeta e servil. Na verdade continuar insistindo que o dever do escravo é obedecer o seu dono é apologia a escravidão política. E dizer que devemos nos conformar com sinhozinho por que ele bom, ou porque tem sinhozinho pior é de uma desonestidade sem fim.

Somente quem não é currado, mas currador é que acha que a sociedade que tem sua republica e democracia violentada não tem o direito de se livrar dos seus sequestradores e estupradores. Somente os piores patriarcas e autoritaris condenam a vitima e sua vontade de liberdade e não o violentadores pela crime.

È preciso ser muito comodista é muito conforto, viver muito apartado da realidade para não ver que a onda autoritária é um verdadeiro tsumani. E se dependessem deles, se não tivéssemos entrado na era da informação todo o conchavos entre os 3 poderes passaria em branco. E seguiriam como nossos pais acreditando em que existe papai noel, ditadura boa, político honesto e que a Futebol é a coisa mais séria e importante da vida.

Hoje não é preciso de vidente, tem sempre alguém com poderes premonitórios (leia-se informação privilegiada) vazando os esquemas e denunciando o sistema, não por patriotismo ou solidariedade, mas simplesmente porque fazem jogo-duplo. E ainda por cima ganham seguidores com isso. E ainda bem que fazem o jogo duplo porque senão nem informação teríamos.

Estamos caminhando para o cadafalso e quem vai ser guilhotinado é o povo. O tiro que o STF deu no próprio peito matou a república. A pergunta é: quem vai tomar o poder?

Serão os velhos populistas de esquerda adoradores do Lula?A extrema-direta tupiniquim fã do Bolsonaro? Os fundamentalistas evangélicos da IURD? Ou os mesmos populistas de esquerda reciclados como um Ciro Gomes? Ou Nada disso? Será o escravagismo patrimonialista e patronal disfarçado de novidade do Doria Jr? O velho neoliberalismo carcomido de um FHC? Os ruralistas com um Maggie ou Caiado? Quem sabe os liberais dos MBL, ou socialistas mais honestos da Rede e PSol? Ou será a volta dos militares e suas ditaduras mesmo? Talvez nenhum deles. Mas uma coisa é certa. Assim não vai ficar. E se ficar explode no que a de pior ou revolta popular e ditadura, ou ditadura e mais revolta popular.

O tipo de autoritarismo, o coronelismo que Renan representa e os 3 poderes assumiram é um regime impossível feudal e colonial impossível de se sustenta explicitamente nem no Brasil Império do século XIX, que dirá na sociedade da informação do século XXI. O que foi feito, foi um ato tão estupido, que se fosse um teórico conspiratório diria que foi um ato deliberado para abortar de novo o desenvolvimento do Brasil.[1]

Portanto veja o grau de periculosidade e primitivismo que o Brasil se expôs. NO século passado para continuar sub-existindo esses tipo de banditismo aristocrático, esses vermes e dinastias tiveram que se acobertar nas entranhas de falsas republicas e democracias. Tiveram que se esconder nas entranhas de formas mas bem elaboradas de dominação como o patriotismo do Estado-Nação. Não tinham mais como se impor como donos de gentes e terras apenas por que tinham absoluta certeza que eram superiores e o resto era resto nascido para servi-los. Tiverem que se esconder seu supremacismo, disfarçar seu poder de fato. Mesmos as ideologias totalitárias mais conhecidas como o do nazismo e fascismo, sabiam que não podiam se arrogar a propriedade absoluta da lei, mas sim a liderança suprema do povo. O que os grandes “estadistas do século XX”, o que esses genocidas, fizeram foi, dirigir o extermínio e escravidão do seu próprio povo para os povos estrangeiros e as minorias nacionais que não representavam “o povo” como raça e nação. Esses ditadores eram portanto tiranos populistas e não despostas escravocratas!

E isso colou. Não porque os nossos avós ou os avós deles eram um bando de lunáticos que queriam beber o sangue dos inimigos. Mas porque a jogada da tirania populista é a seguinte: parar de oprimir a maioria para oprimir as minorias e estrangeiros, (até parecem que tinham inventado a roda). Mas sempre funciona. E é uma formula repetida a exaustão: contra judeus, muçulmanos, negros, estrangeiros, pobres, aleijados, mulheres, gays, liberais demais ou de menos. Socialistas de mais ou de menos. Enfim tudo que escape a uniformização a normalização vai pra mesma vala comum. Em outras palavras eram monstros, mas não monstros para a maioria da nação que não era perseguida!!! Olhem para Trump, e vocês vão entender o perigo disto e erro decisão do STF que nos deixou ainda mais vulneráveis a ditaduras e populismos desse tipo.

O STF ao reconhecer uma classe politica e econômica e seus privilégios e desigualdades legais como diferente estatus de cidadania, acima até mesmo da justiça mandou o Brasil de volta ao passado em uma sentença, nos colocou não só num estado de exceção de direito, mas oficialmente num estado feudo-colonial: de servos e senhores. Quebrando a mais importante das carateristas da democracia representativa aquela que a sustenta sobre todas as demais: a farsa.

A atitude medieval que foi tomada não foi um golpe populista semi-bolivariano, nem militar, foi um golpe patrimonialista coronelista!!! Feudal!!! É tão arcaico e primitivo que abre caminho até mesmo para qualquer ditador de esquerda ou direita pagar de bonito e parece até mesmo um revolucionário, um libertador!!! É por isso que a esquerda adora Vargas até mesmo de 30. E a direita adora os militares de 64. Ambos são monstros, mas comparados como a desumanidade e escarnio do escravagismo político descarado, do primitivismo de um coroné e seus capangas até um ditador de esquerda ou direita reacionário parece moderno progressista. E até mesmo o patriota mais violento e idiota parece alguém lúcido e esclarecido!!!

Loucura.

Será que ninguém percebe que o ser humano é dotado naturalmente de um profundos sendo de justiça. Que dois irmãos desde de pequeno entendem que o privilégio dado a um é o renegação do direito ao outro? Será que não percebem que todas as prerrogativas de privilégio e poder elevadas a falsa condição de direitos fundamentais roubam os direitos naturais dos demais e por consequência lógica reduzem a pessoa humana submetida a condição de sub-humanos perante o Direito?

Será que eles não percebem que estão semeando o ódio e o desejo mais forte de justiça com as próprias mãos que só as injustiças mais estupidas e soberbas conseguem ensejar? Como eles conseguem comparar seus privilégios e sofrimentos de perda de cargo e poder e autoridade a perda da liberdade vida e dignidade que são submetidas as pessoas? Como podem ser comparar sua tirania a democracia? Deus do céu, eles cagaram sua alma e sensibilidade e deram descarga? Que tipo de sociopatia é essa que impede o psicótico de fingir o minimo do minimo da empatia ao menos para enganar suas vitimas? E não despertar o ódio e a revolta pública? O que eles querem que o brasileiro perca sua sanidade e contrarie sua tradição de paz que exploda em revolta queime o Congresso e os enforque em praça pública? Isso é algum tipo de experimento social? Eles não vão parar nunca até não encontrar o limite da tolerância e pacifismo de nossa população?

Tenho um mal pressentimento sobre isso, não vai acabar bem.

[1] Mas aí eu precisaria dizer que todos os presidentes militares, Sarney, Collor, FHC, Lula e Dilma foram todos agentes da CIA. E aí eu penso na lei da oferta e procura, e me pergunto porque os “ianques” iriam pagar para comprar o que nossos lideres entregam de graça? A soberania do seu pais. Perdão, mas porque alguém compraria um técnico de outro time para entregar o jogo quando ele consegue perder sozinho sem nenhum “incentivo”? Ok. Eles compram só para garantir. E dái? O fator determinante continua o mesmo: se temos lideres incompetentes, traíras, reclamar deles é que não adianta… e dos gringos menos ainda. Precisamos fazer frente a esses usurpadores nacionais para então se colocar em pé de igualdade com internacionais e defender como gente grande nossos interesses. E não ora chorar como crianças que eles gringos nos explorar e ora choram para eles gringos que eles nos defendam de nossas elites que nos perseguem. Nossa infantilidade e complexo de inferioridade é mais vexaminoso que o supremacismo deles.

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store