A nova direita, a dissonância Cognitiva e seus estrategistas militares

Image for post
Image for post

Duas entrevistas obrigatórias para quem quer entender um pouco melhor, quem, como, onde e principalmente o que afinal está acontecendo no Brasil e no mundo.

A primeira é do Steve Bannon o estrategista de Trump que acaba de sair das sombras para nas palavras dele para explicar porque e como resolveu “apoiar” e endossar” pela primeira vez em âmbito internacional outro candidato a presidente.

A segunda é do antropólogo Piero Leirner, professor da Universidade Federal de São Carlos e especialista em estratégia militar que explica como a equipe de Bolsonaro soube usar e retroalimentar a dissonância cognitiva como estrategia de guerra de informação até o ponto do nó tático semiótico do “quanto mais bate mais cresce”.

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store