2017 o ano em que o mundo virou… resta saber o quê…

Se nas velhas guerras, Ditaduras ou Revoluções e Novas Democracias

Image for post
Image for post

Terminamos 2016 apenas com uma certeza, como está não fica. Não apenas Brasil, mas o mundo. A sensação comum é uma só: ou arrumamos as coisas ou elas vão explodir.

Ou cada país põe seu Estado no trilhos; ou cada sociedade dá um jeito nos seus governos e governantes, genocidas corruptos ou ambos; ou então vamos acabar enfrentando de qualquer jeito esses governos desgovernados, só que não os nossos… MAS UNS AOS OUTROS. E nesta hipótese quem sai ganhando são eles. Porque esta hipótese tem nome próprio e chama-se guerra.

As pessoas ainda estão perdidas nas vãs ideologias capitalistas e socialistas dos séculos passados que serviram tanto as ditaduras fascistas e comunistas genocidas. E principalmente para sustentar a velha ordem mundial/policial: como cada governo contra seu povo e todos juntos contra o mundo cosmopolita.

Pior, está decaindo para divisões entre os povos ainda mais primitivas, e antigos entre Ocidente e Oriente. Divisões explícitas de religião entre cristãos, Judeus e Muçulmanos. E divisões ainda mais profundas e ainda veladas ou pelo menos não completamente declaradas entre brancos e não-brancos.

As pessoas estão há um século fugindo dessa verdade inegável. E tomara que ela não caia na cabeça do mundo como uma Terceira Guerra Mundial: O estadismo é o germe do totalitarismo. Todo fascismo, todo comunismo, todo regime imperialista, ditatorial, anti-republicano, antidemocrático, toda persona autoritária e suas corporações anti-libertária estão presentes no estadismo. O estadismo é como senhor de escravo, o soldado e o marido ciumento. Ele sempre parece muito bom desde que você acate suas ordens e não ouse desobedecê-lo.

Como se sabe as pessoas não querem guerras nem revoluções, nem mesmos as justas. Preferem tolerar injustiças pagar a chantagem de mafiosos, governos, ou quem quer que seja apenas para poder continuar vivendo em paz. Isso permite que tais parasitas violentos das sociedades pacificas e solidarias sejam muito bem sucedidos em tempos de vacas gordas. Porém em tempo de vacas magras, o sistema de parasitagem quebra, ou pior se não quebra mata o hospedeiro: a sociedade.

DEZ HOMENS E UM CAMELO (ou se preferir como funciona a política…)

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store