2 Duas sugestões de “estudos” de caso: Brasil e Venezuela. Duas tiranias tipicas.

Uma da velha esquerda outra da direita… que levam ao mesmo fundo do poço

Ou ainda porque estamos caminhando para um revolução francesa. Ou ainda porque, ao contrário, da aristocracia britânica soube preservar a sua cabeça presa bem presa ao pescoço e muitos anéis aos dedos

http://www.brasil247.com/pt/247/brasil/270869/Juc%C3%A1-Brasil-vive-clima-de-Revolu%C3%A7%C3%A3o-Francesa.htm

Introdução

O Brasil de Temer-Renan

Mas não. Não é só vendendo custos para colher tributos como se fossem desenvolvimento que a burocracia brasileira tenta encobrir sua incompetência criminosa, porque não é só uma incompetência criminosa. Mas uma ditadura de criminosos incompetentes. E isso não é um jogo de palavras ou uma brincadeira. Isso tem consequências sérias e gravíssimas tanto para a população marginalizada quanto os própria servidores públicos que serão colocados na ponta de lança para cobrir esse criminalidade e incompetência de colarinho branco.

Para entender como funciona a ditadura da corrupção que impera no Brasil desde sua fundação. É preciso entender o mecanismo do estadismo anti-republicano ou imperial. Toda queda das republicas e por consequência surgemento dos chamados estados imperialistas isto é militarizados seja contra sua própria população marginalizada seja contra os povos estrangeiras igualmente marginalizados se processa tanto como processo de desumanização do outro em relação inversamente proporcional a necessidade das classes politico-econômicas dominantes de encobrir a sua própria corrupção e criminalidade e desumanidade.

Ou seja estou enunciando aqui uma regra política estatal: quando mais corrupto e criminoso é um governo e seus governantes, mais repressor da marginalidade pobre ele se torna tanto em discurso quanto em ações inclusive assassinas e genocidas. Tome por exemplo o arquétipo dessa Politica o joker brasileiro Paulo Maluf famoso pelo rouba mas faz, estupra mas não mata, e politico-criminosos brasileiro que já figurou entre os mais procurados pela Interpol e recordistas de processos parados no STF, filhote da Ditadura, e claro criador da ROTA.

Sua frase sobre o estupro denuncia a psiqui patriarcal de todo esse estadismos autoritários desses velhos patrões brancos escravagistas. A ideia é manter a sociedade especialmente a classe média em terror permanente com medo generalizado das favelas dos pobres, dos marginalizados como se fossem todos marginais, como se fossem todos bandidos. Produzindo uma cortina de medo e guerra e insolidariedade entre a burguesia e povo que permite essa aristocracia se perpetuar eternamente no poder, cobrando cada vez mas caro, para manter os pobres estado de privação primitiva e os ricos pagando por proteção, enquanto eles vendem o seu estado minimo que de liberal não tem nada. Não passa de uma máfia que dissemina a pobreza e conflito e divisão e a guerra urbana e social para encobrir seus roubos e domínio ilegítimo imperial sobre o que deveria ser uma república e democracia.

Se você não compra o discurso de ódio e divisão da nação em classes, da esquerda ou direita politica, mas entende a sociedade como um todo daquele que paga o imposto para manter seu irmão preso e sem educação, ao outro marginalizado mantido em regime de fome pela falta do mais básico, se pensarmos no Brasil e o brasileiro, no cidadão como uma pessoa só com os mesmos direitos e deveres. O que temos é um agentes estatal criminosos que imputam a suas vitimas penas e tributos para encobrir a sua próprio fracasso, incompetência e crime de desagregação e segregação social para manter seu domínio e poder politico-econômico inclusive como privilegio de titulação legal e jurídica.

Eles dividem o soldado e manifestante. Mas quanto ganha um soldado? Onde nasceu seus pais? Onde ele mora? Quem morre na guerra da criminalidade não é o que ladrão que rouba a chance das pessoas de serem os que queriam ser quando eram crianças, mas as crianças que mesmo quando crescem nunca são os que quiseram ser. Um povo permanente infantilizado e aterrorizado, escondido em casas trancadas e muros dos seus irmãos por um Estado que não é paternalista, mas padrasto covarde explorador e violador.

Ou será que é o sangue? É a nossa miscigenação? Que faz os índices de criminalidade e violência do Brasil serem tão mais altos que em países nórdicos? É por que não somos arianos? Louros de olhos azuis? Ou porque somos governados por quem tem complexo de inferioridade e fidelidade canina, é preto da casa até mesmo das casas que não escravagistas?

O brasil não tem um problema de cultura popular. O brasil tem um problema sério de cultura de governo. Nossa cultura de governança é não é só uma cultura escravagista e vendida é uma cultura de complexo de inferioridade e servidão. Como todo supremacista nossa pretensas autoritárias no fundo são complexados que compensam seus frustamentos literalmente fodendo a vida alheia. Não é pelo poder, nem pelo dinheiro. É pela satisfação. É por isso que como todo criminoso, como todo vilão de filme ruim, eles precisam tripudiar, precisam ser reconhecidos por seus crimes e mal conseguem seu gozo e satisfação com os males que causam e sabem que causam.

Um traço característicos da psicopatia é a busca de cargos e funções onde eles o doente possa satisfazer seus desejos criminosos de forma impune. Resta saber se o Estado Autoritário foi o lugar perfeito que esses indivíduos encontraram abrigo para se disseminar, ou criaram esses sistema de dominação das suas vitimas como o maior crime em série da história da humanidade.

As pessoas estão tem medo de tubarões cobras e seriais killers dos filmes de Hollywood ficam procurando bandidos e psicopatas nas esquinas da vida. E se esquecem de se perguntar se não estão colocando esse tipo de gente no controle da suas forças armadas e Estados-Nações!!! Se esquecem de se perguntar se não seus Estados Nações e Forças Armadas não são as fabricas dos psicopatas e psicoses que transtornam a nossa vida!!!

É curioso, há manuais de psicologia que identificam como uma tendencia a psicopatia as pessoas que tem tendencia a desobedecer figuras de autoridade e não as personas de autoritárias!!! Quem será então os mais loucos os psicopatas ou os que seguem suas ordens???

Qual a maior insanidade da humanidade o genocídio? a miséria? a insolidariedade? Ou a servidão voluntária? Qual é a maior loucura senão a fabricação da servidão até a morte como normalidade?

Image for post
Image for post
Image for post
Image for post

Keynes? Delfim Netto??? Nelson Jobim??? É essa picaretagem que ainda estão vendendo por aí?

Não, obrigado. Se é ficção, prefiro científica mesmo. Como diria o grande filósofo pop neo-disneylândio:

Image for post
Image for post

Written by

X-Textos: Não recomendado para menores de idade e adultos com baixa tolerância a contrariedade, críticas e decepções de expectativas. Contém spoilers da vida.

Get the Medium app

A button that says 'Download on the App Store', and if clicked it will lead you to the iOS App store
A button that says 'Get it on, Google Play', and if clicked it will lead you to the Google Play store